-Publicidade-

‘Revista Oeste’ lança desafio a redes sociais e agências de checagem

Reportagem corretada foi marcada como fake news pelo Facebook

Reportagem correta foi marcada como ‘fake news’ pelo Facebook e pelo projeto ‘Aos Fatos’

brasil mapa - fake news - facebook - agências de checagem - desafio
Foto: Reprodução

Um conteúdo produzido pelo site da Revista Oeste em julho de 2020 foi erroneamente tachado de fake news pelo Facebook e pela agência de checagem Aos Fatos. No entanto, parece ter faltado checagem aos envolvidos, pois a matéria em questão — “Imagem da Nasa prova que a Floresta Amazônica não está em chamas” — apresenta informações corretas.

Leia mais: “Colunista da Folha defende ‘autoritarismo necessário’”

A correção do material apresentado ao público foi validada por um dos especialistas que ajudaram a pautar o assunto. Doutor em ecologia e chefe-geral da Embrapa Territorial há 40 anos, Evaristo de Miranda validou o conteúdo divulgado por Oeste. “O Inpe não usa vários satélites. Isso sim é fake news“, disse em relação à afirmação de Aos Fatos sobre supostas diferenças dos registros dos satélites da Nasa e do Inpe.

Diante da veracidade de uma matéria correta tachada de fake news, a startup de jornalismo on-line lança um desafio. Não apenas ao Facebook e a Aos Fatos, mas a outras empresas do setor. “Oeste tem compromisso com a verdade e desafia qualquer rede social ou agência de checagem a provar que essas matérias estão erradas”, afirma a editora Branca Nunes na reportagem “Facebook comete fake news ao tachar de fake news uma matéria verídica”.

https://revistaoeste.com/facebook-comete-fake-news-ao-tachar-de-fake-news-uma-materia-veridica/

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

    1. Eu usei esta informação da NASA em sala de aula, em agosto. Ainda não os conhecia, mas se foram vocês os responsáveis pela divulgação dos dados, parabéns! A informação rodou.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês