-Publicidade-

Israel vai testar droga experimental contra o coronavírus

O Avigan será utilizado para tratar os estágios iniciais da doença.
Foto: HeungSoon/ Pixabay
Foto: HeungSoon/ Pixabay | Remédio

O Avigan já é utilizado para o tratamento de casos leves da covid-19 no Japão com resultado promissor. Estudos na China também demonstraram eficácia

Remédio
Foto: HeungSoon/Pixabay

Israel recebeu uma droga experimental japonesa para testá-la em hospitais do país, anunciou o Ministério das Relações Exteriores do país.

O Avigan, também conhecido com o nome genérico de favipiravir — um remédio para gripe produzido pela empresa japonesa Fujifilm Toyama Chemical —, foi considerado promissor para o tratamento do coronavírus em sua fase inicial, de acordo com testes feitos na China. Pacientes tratados com o medicamento ficaram doentes por um período menor e não apresentaram sintomas graves.

Um lote do medicamento chegou a Israel graças ao trabalho do embaixador do país no Japão, Yaffa Ben-Ari, e dos médicos Ran Nir-Paz, do Centro Médico Hadassah, e Esti Sayag, diretor-geral do Centro Médico Tel-Aviv Sourasky, informa o jornal The Jerusalem Post.

Os pesquisadores planejam testar 80 pacientes no Hospital Hadassah, Sourasky, Poriah e no Hospital Soroka, em conjunto com cientistas da Universidade Hebraica de Jerusalém.

“O medicamento está sendo usado na linha de frente do tratamento no Japão. A meta é que os cientistas israelenses possam examinar se o medicamento é realmente efetivo”, afirmou Nir-Paz.

Para Sayag, o Avigan é a droga mais promissora até o momento para tratar pessoas nos primeiros estágios da covid-19. Ela pode ser importante para ajudar a “achatar a curva” da doença, liberando os hospitais para os pacientes com sintomas mais graves.

O The Jerusalem Post afirma que o governo japonês está planejando estocar até 2 milhões de doses de Avigan. Hoje estão em estoque 700 mil. Tóquio quer priorizar testes clínicos do remédio, para que ele possa ser rapidamente aprovado e utilizado no tratamento de pacientes de coronavírus.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês