-Publicidade-

Empresas de tecnologia serão menos impactadas pela crise

Apesar de sofrer os impactos da pandemia, o setor pode se sair melhor do que a maioria

Apesar de sofrer os efeitos da pandemia global, o setor pode se sair melhor do que a maioria

Que todos vão perder com a crise do coronavírus, é fato. Ainda não é possível estimar os prejuízos econômicos para todas as nações atingidas pela pandemia, mas as previsões não são nada otimistas.

Entretanto, as grandes empresas de tecnologia, as chamadas Big Techs — Google, Microsoft, Facebook, Amazon e Apple —, ainda que sejam afetadas pelo colapso dos mercados, devem se sair melhor do que a maioria, segundo informações do Financial Times.

Essa perspectiva já se reflete no mercado de ações.  As ações das cinco empresas, exceto as do Facebook, mantiveram-se melhores do que os índices do mês passado. O declínio de 14% da Amazon é apenas metade da queda observada no S&P 500. Outro dado importante é que, somadas, as reservas líquidas de caixa dessas empresas totalizam pouco mais de 350 bilhões dólares, o que significa que elas têm um bom “colchão” extra de recursos para atravessar a turbulência.

E mais, com o aumento do trabalho remoto, essas gigantes desfrutam de larga vantagem competitiva: “As grandes empresas de tecnologia provavelmente aumentarão seu domínio sobre grandes áreas de atividade digital, acelerando o alcance em novos campos”, informa o Financial Times.

Outra boa notícia é que a ameaça regulatória, que volta e meia ronda o setor, também deve dar uma trégua por enquanto.

As Big Techs, acostumadas a serem um saco de pancadas para políticos em Washington, estão rapidamente se tornando um importante patrimônio nacional. Sejam os esforços do Google para ajudar as pessoas a localizar os testes de coronavírus, a oferta de 100 milhões dólares em dinheiro para empresas menores ou a corrida da Amazon para aumentar seus galpões e equipes de entrega para atender a pedidos essenciais de comércio eletrônico.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês