OEA recebe denúncia do PTB contra Alexandre de Moraes - Revista Oeste

Edição da semana

Em 19 ago 2020, 17:20

Inquérito das ‘fake news’: Alexandre de Moraes é denunciado a órgão internacional

19 ago 2020, 17:20

PTB acusa ministro do STF de cometer violações contra os direitos fundamentais e humanos

alexandre de moraes - stf - denúncia à oea - ptb

Moraes: denunciado internacionalmente por partido político | Foto: CARLOS MOURA/STF

Partido presidido pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson, o PTB denunciou internacionalmente o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o documento apresentado ontem à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), o magistrado tem cometido irregularidades.

Leia mais: “STF fecha com a esquerda e decide limitar poder da Abin”

Entre outros pontos, o PTB afirma que Moraes é responsável por violar direitos fundamentais e humanos. Nesse sentido, a legenda pede a suspensão do inquérito da fake news. O documento é assinado pelo advogado e primeiro-secretário jurídico da executiva nacional do partido, Luiz Gustavo Pereira da Cunha.

Antes de se transformar em assunto internacional, o caso já havia sido criticado por especialistas brasileiros. Conforme noticiado por Oeste em maio, juristas afirmaram que o STF não teria direito de realizar uma investigação criminal.

“Os danos causados são irreparáveis”

“Os danos causados por essas determinações do Supremo Tribunal Federal e, em especial, do ministro Alexandre de Moraes, relator do ‘inquérito das fake news’ e do ‘inquérito dos atos antidemocráticos’, são irreparáveis, gerando prejuízos não só aos investigados, mas a toda a sociedade que luta pela construção de um Estado justo, democrático, regido por normas jurídicas aprovadas via processo legislativo, que garanta às pessoas direitos, dentre eles, os direitos de liberdade”, defende, assim, o PTB na denúncia encaminhada à OEA.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

23 Comentários

  1. Este inquérito é um dos maiores absurdos que este país já viu. E o mais impressionante: com apoio do plenário.

    Responder
    • Neste caso todos deveriam ser denunciados.
      Mas o Brasil nunca foi um país sério o suficiente para que se criem leis corretas e se cumpram.
      Aqui até a Carga Magna, que rege o funcionamento do Estado é violada à vontade dos que ocupam cargos e se julgam acima do bem e do mal.

      Responder
  2. Corrija por gentileza o último parágrafo, onde lê-se PT corrija pra PTB

    Responder
    • Isso, isso, isso. Obrigado e desculpe-me pelo erro, leitor do nome bonito!

      Responder
  3. O STF atual é o retrato de militantes de esquerda defendendo as pautas e métodos não ortodoxos e fora da legalidade para favorecerem os seus e as suas ideias.
    Caiu por completo as mascáras desses ex-advogados de sindicatos, partidos de esquerda e de facções criminosas, não preparados e não qualificados para o cargo que ocupam.
    O Brasil foi para o fundo do poço com o auxílio desse grupo antipatriótico e antidemocrático.
    Temos que lutar contra seus membros e a forma pela qual são conduzidos e mantidos na Suprema Corte.

    Responder
    • 👏👏👏👍👍👍

      Responder
      • Partiu do Alexandre de Moraes a frase mais esquisita dos últimos tempos: chamar de ditadura da maioria a democracia. Esse STF e uma graça …

        Responder
    • Tem toda a razão.

      Responder
    • Tá ruim e vai ficar pior quando o Bozo colocar os crente fanáticos lá. Denunciado pelo PTB de ROBERTO JEFFERSON? Chupa veio!!!

      Responder
  4. So uma pergunta o que pode acontecer com o kojak

    Responder
    • Nada.

      Responder
      • Prisão em segunda instância deverá ser um dos principais gritos mas ruas logo após a pandemia , que já está findando. Basta de tantas decisões a favor da bandidagem., seja soltando os poderosos presos pegos nas provas, seja nas proibições para que a polícia não faça incursões nas favelas. Deixando aquelas comunidades a marca do trafico

        Responder
    • Nada acontecerá a esses representantes de bandidos já condenados e soltos, mas presos na hipocrisia, no desacerto, na incompetência.
      À retomada das PAUTAS ANTICORRUPÇÃO elencadas em 2013 se aproxima pós quarentena. A ñ PRESTAÇÃO DE CONTAS c o CONGRESSO é o PLANO: PRISÃO em SEGUNDA instância e fim do foro privilegiado é constitucionalmente a morte do CONLUIO entre os poderes legislativo e STF.

      Responder
      • Se o orgão internacional o condenar, ele não pode mais sair do Brasil, pq se for pra qquer país com acordo com o orgao q o conddnou, ele pode ser preso na chegada e cumprir pena lá no exterior!

        Responder
        • Isto pode ser bom ou ruim.
          Se o Brasil fizer parte do acordo, que provavelmente faz ele deveria cumprir pena aqui.
          Mas, provavelmente, são os seus pares que definem se aplicam ou não a pena, e aí … mais pizza.

          Responder
    • Se o orgão internacional o condenar, ele não pode mais sair do Brasil, pq se for pra qquer país com acordo com o orgao q o conddnou, ele pode ser preso na chegada e cumprir pena lá no exterior!

      Responder
      • Estou levando mais fé na operação storm de Trumph e os 25 países aliados para derrubar o tio Chico, pois a intenção da operação e caçar gente graúda com envolvimento com o narcotráfico na América do Sul e uma rede de pedófilia e tráfico de crianças que tem gente graúda envolvida até o talo

        Responder
  5. Podemos afirmar hj q o jargão “STF VERGONHA NACIONAL” ficou p trás, hj o correto seria “STF VERGONHA INTERNACIONAL”. Se estivéssemos falando de políticos ou presidentes, se entenderia a guerra política por isso, mas a maior corte do judiciário de um país, sendo levada a julgamento internacional sobre seus atos?! É vergonhoso d mais. A q ponto chegou o STF.

    Responder
    • Rogério, a questão é que eles estão se lixando para isto.
      A bem dar verdade nenhum deles ou muitos poucos cumprem os requisitos para serem ministros do supremo.

      Responder
  6. Chega! Os brasileiros de bem não podem fingir não estar vendo as atrocidades jurídicas cometidas pelo STF. As inúmeras irregularidades perpetradas por esse órgão deveriam atiçar os ânimos de todos, independente da coloração política, a dar um paradeiro a esta situação.

    Responder
  7. Figuras hediondas compõem o STF!
    Filhos, esposas, amigos…todos se beneficiam de forma nefasta desse órgão que se transformou em uma fraternidade vergonhosa repudiada por grande parte da sociedade. As pesquisas estão aí para comprovar.

    Responder
  8. PT
    PCC
    MST
    CV
    MTST
    OAB
    AA
    STF

    É esse o comentário.

    Responder
  9. A única coisa que brilha nessa cara de pau é sua careça.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês