Internautas pressionam por nome conservador no STF - Revista Oeste

Edição da semana

Em 1 out 2020, 09:20

Internautas pressionam por nome conservador no STF

1 out 2020, 09:20

#ConservadorNoSupremoJa está nos ‘trending topics’ do Twitter

tribunais

Marques se enquadra nesse requisito? | Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

A possível indicação do desembargador Kássio Nunes Marques para a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF) mexeu com os eleitores do presidente Jair Bolsonaro. A internet recordou que Marques recebeu de Dilma Rousseff uma cadeira no Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Leia também: “O direito de ser defendido pela polícia não vigora nas favelas do RJ”

Além disso, ele tem ligações com parlamentares de várias matizes no Congresso Nacional e com os atuais juízes do STF — sobretudo Gilmar Mendes e Dias Toffoli. Caso seja oficialmente escolhido por Bolsonaro, Marques vai passar 20 anos na Corte, até que a deixe em razão da aposentadoria compulsória.

Monitoramento de redes

internautas pressionam por nome

Postagens criticam Marques por causa do passado dele | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR

No Twitter, os internautas pedem que o próximo ministro do STF seja ligado ao conservadorismo, para abalar os alicerces do atual STF. E lançaram a pergunta: Marques se enquadra nesse requisito?

Dessa forma, levantaram a hashtag #ConservadorNoSupremoJa, que surgiu por volta das 19h00 da quarta-feira 30. Em uma hora, alcançou os assuntos mais comentados daquela rede social.

Embora tenha oscilado à noite, voltou com força na manhã desta quinta-feira, 1°, ao alcançar o 3° lugar dos trending topics. Enquanto esta reportagem é redigida, a hashtag já soma 75 mil interações.

Ademais, Oeste monitorou que grande parte dos internautas rejeita Marques em razão do passado do desembargador. E há quem peça a indicação do jurista Ives Gandra Martins Filho.

Apesar de estar com boa desenvoltura no Twitter, a campanha ainda não mobilizou a base de apoio digital do presidente Bolsonaro no Facebook, tampouco no Instagram.

Contudo, o interesse pelo nome do possível ministro chacoalhou o Google, que registrou mais de 100 mil pesquisas. Numa escala de 0 a 100, utilizada pelo buscador para mensurar o interesse, Marques alcançou o topo.

Entre outros termos relacionados ao desembargador está “trf1”, referência que faz alusão à vaga que ele ocupou por causa de Dilma Rousseff. Agora, Kassio Marques é o 6° termo mais procurado na plataforma em todo o Brasil.

Leia também: “O STF tornou o Brasil uma piada sinistra”, entrevista com o jurista Modesto Carvalhosa publicada na edição n° 19 da Revista Oeste

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

21 Comentários

  1. Bolsonaro NÃO TEM QUE AGRADAR OS MINISTROS DO STF, o Supremo não é um “Clubinho de Amigos” e sim UM TRIBUNAL!! Pedir opinião ao Gilmar??? É sério isto? Pelo amor de Deus!!
    E a VONTADE de 57 mi de eleitores, onde fica??? Foi eleito também pra fazer uma faxina no STF e não pra reforçar a CORJA DE URUBUS.
    #ConservadorNoSupremoJa
    #ConservadorNoSupremoJa
    #ConservadorNoSupremoJa

    Responder
    • Queremos BREDAS.

      Responder
      • Marcelo Bretas, digo.

        Responder
        • Que Bolsonaro indique um conservador, de preferência um intelectual. É necessário começar a melhorar do ponto de vista intelectual o STF. Hoje temos na corte um bando de advogados sem a menor formação técnica para ser ministro. Sinceramente, não sei se o nome ventilado reúne essas condições.

          Responder
      • Sou favorável à escolha de um conservador. Kassio NÃO !!!

        Responder
      • Só espero que nosso presidente siga o exemplo do presidente Trump e não desperdice essa chance de começar a mudar de fato o STF.

        Responder
    • Concordo plenamente……

      Responder
  2. Bolsonaro ta dando mais uma vez um tapa na cara no povo que confiou nele ja nao bastava a burrada do Aras para a PGR esse ai e outro ptralha ele foi contra a deportaçao do cesare battisti e foi quem liberou geral a lagosta para o STF e a mulher dele trabalha para Senadores do PT no senado eu ate hoje nao emgoli o Aras na PGR mais essa agora ai e para debochar das pessoas

    Responder
  3. Chega de juízes amigos de corruPTos e de políticos com problemas na justiça. Bolsonaro está traindo seus eleitores (incluo-me entre eles). Pelo amor de Deus! Indique alguém que seja ético, íntegro, imparcial, e que obedeça à Constituição. Queremos uma justiça que puna quem estiver errado, e não somente os pobres e negros. K-A-S-S-I-O N-Ã-O!!!

    Responder
    • Não são só pobres e negros não! Cristão também!

      Responder
  4. Bolsonaro só faz grossas besteiras na área jurídica. Exemplos? Sancionou a criação do monstrengo “juiz de garantias”, e indicou para a PGR Augusto Aras, que é um incompetente. Exemplos? Continua oficiando em Inquérito sobre o qual a PGR anterior, Raquel, já havia manifestado-se sobre o arquivamento. Onde a indivisibilidade e a unicidade do Ministério Público??? Outra: recentemente deu Parecer no sentido de a prerrogativa de apreciar reeleição dos Presidentes da Câmara e do Senado é das próprias Casas Legislativa, mesmo, no caso, havendo expressa vedação constitucional. E, mais um advogado no STF? E ainda pedir a bênção do STF e da OAB?? Só se o Presidente quiser mesmo ir afastando-se de quem o elegeu, pois está pisoteando nas suas bandeiras, ajoelhando-se para o Congresso e para o “supremo tribunal do fiasco” e da vergonha. Juízes de carreira na Corte Maior (fora o Quinto etc…), mas não o Bretas, que é um “moro II”, e que gosta da “latinha”. Tem de ser gente de estofo, lá.

    Responder
  5. Se o Kassio for indicado, vou pensar seriamente em rever meu apoio a Bolsonaro. Afinal não foi para isso que o elegemos.

    Responder
    • O nome ideal, segundo meu ponto de vista, para o Supremo é……eu mesmo. Interrompendo a linha de raciocínio, PARABÉNS a R Oeste que não deu pitaco. Minha nada modesta opinião: mais vale um Kassio que um Maia. Pense nisto.

      Responder
  6. O STF foi criado para dirimir dúvidas a respeito da tendenciosa Constituição de 1988 infelizmente em vigor… A função é apenas burocrática, juristas quase que professores de português . Distorceram tudo e virou essa calamidade absurda… pobre Brasil!

    Responder
  7. Com o devido respeito ao magistrado ora apontado como sucessor do Ministro Celso de Mello, que já deveria ter se aposentado muito antes, acho que a melhor indicação é a do jurista Ives Gandra Martins Filho, que já foi Presidente do Tribunal Superior do Trabalho.

    Responder
    • Concordo plenamente !!! …..é um excelente juiz e que não faz lobby pois tem princípios morais e éticos fortes

      Responder
  8. O nome ideal, segundo meu ponto de vista, para o Supremo é……eu mesmo. Interrompendo a linha de raciocínio, PARABÉNS a R Oeste que não deu pitaco. Minha nada modesta opinião: mais vale um Kassio que um Maia. Pense nisto.

    Responder
  9. Que alguém dê um cocão na cabeça do Bolsonaro pra parar com idéias de jerico!

    Responder
  10. Pelo amor de Deus , Bolsonaro vai perder o pênalti!!! Oportunidade de ouro a ponto de ser desperdiçada com esse petista enrustido..,Esse senhor votou contra a extradição do terrorista italiano no governo do PT .
    Incrível o que temos que viver neste país…

    Responder
  11. Bolsonaro não pode desiludir a última e maior esperança do eleitorado que o apoia.Nomear um Ministro Conservador para mudar o ativismo do Supremo.#ConservadorNoSupremoJá

    Responder
  12. E a partir de novembro, sai um juiz de merdha para entrar um desembargador de merdha!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês