-Publicidade-

Ameaças de morte forçam ‘CEO’ do Parler a se esconder

John Matze e alguns funcionários tiveram que sair de suas casas
Empresa teria agido intencionalmente | Foto: Divulgação/Parler
Empresa teria agido intencionalmente | Foto: Divulgação/Parler | Empresa teria agido intencionalmente | Foto: Divulgação/ParlerER

John Matze e alguns funcionários tiveram de sair de casa

conheça parler
Grupo de hackers publicou dados pessoais de Matze e ameaçou invadir a residência dele | Foto: Divulgação/Parler

Uma ação judicial revelada na última sexta-feira, 15, relata que John Matze, CEO do Parler, e membros de sua equipe foram forçados a esconder seus familiares em razão de ameaças de morte.

Segundo a Fox News, consta no processo que muitos funcionários do grupo de Matze “estão sofrendo assédio e hostilidade, temendo por sua segurança e de sua família, e, em alguns casos, fugiram de seu Estado natal para escapar da perseguição”. E mais: o próprio CEO “teve de deixar sua casa e se esconder com a família depois de receber ameaças de morte e violações invasivas de segurança pessoal”.

Em uma entrevista ao canal de notícias no início da semana passada, o executivo já havia relatado que um grupo hacker chamado UGNazi divulgara dados pessoais dele, como senhas, endereços, e ameaçara invadir sua residência.

Leia também: “Parler voltará, anuncia CEO da rede social”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Sim, pode deixar que o mercado regula e blábláblá… Cada vez mais está claro que vivemos uma ditadura mundial, nem todos foram atingidos ainda, mas espere que sua tentativa de ir contra eles seja notada que tentaram te silenciar, nem que para isso precisem te matar.

    1. Essa perseguição nao tem nada a ver com mercado doido, do contrario, na China, todas as redes seriam aceitas e não são.

      O fato é que google, facebook, e esse conglomerado que esta lotado de esquerdistas, querem governar, misturar politica com mercado, e isso vem ocorrendo desde 2016, na verdade, piorou desde 2016, quando eles nao conseguiram emplacar a candidata deles (Hillary Clinton).

  2. O Sistema e aqueles alinhados à Nova Ordem Mundial ameaçam, perseguem, censuram e por fim matam tudo e todos que ameaçãm seu monopólio. Mas nós continuaremos lutando, não vamos desistir. Nossa liberdade não tem preço.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês