-Publicidade-

Não há terrorismo que anule a verdade

Em sua coluna desta semana, Ana Paula Henkel narra os dias de horror e redenção vividos por defender o que pensa e o que acredita.
A colunista de Oeste Ana Paula Henkel | Foto: DANIELA DACORSO/DIVULGAÇÃO
A colunista de Oeste Ana Paula Henkel | Foto: DANIELA DACORSO/DIVULGAÇÃO

Em sua coluna desta semana, Ana Paula Henkel narra os dias de horror e redenção vividos por defender aquilo que pensa e em que acredita

A colunista de Oeste Ana Paula Henkel | Foto: DANIELA DACORSO/DIVULGAÇÃO

Uma frase tirada do contexto. Apenas isso foi capaz de virar a vida da colunista de Oeste Ana Paula Henkel de cabeça para baixo. Tudo porque, mais uma vez, a ex-jogadora defendeu aquilo que pensa e em que acredita e manteve o diálogo honesto e aberto em suas redes.

Mesmo sabendo que nem sempre quem está nelas tem a mesma postura limpa e leal de quem sempre manteve na vida a postura vitoriosa e inteligente que teve nas quadras de vôlei.

Leia a coluna na íntegra

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Os Srs da Revista Oeste estão dando “moral” demais aos DETRATORES! Ana Paula é MUSA, INTELIGENTE, uma voz CONSERVADORA nesse pântano ESQUERDOPATA do Brasil e, agora, tristemente nos EUA! TODO APOIO a musa Ana Paula!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês