-Publicidade-

O dia em que a polícia prendeu os inocentes e libertou o criminoso

O dia em que a polícia prendeu os inocentes e libertou o criminoso
Valacir de Alencar, líder do Primeiro Comando da Capital no Paraná
Valacir de Alencar, líder do Primeiro Comando da Capital no Paraná

Quatro pessoas foram presas no Rio de Janeiro acusadas de descumprir o decreto do governador Wilson Witzel, que não permite frequentar praias

Valacir de Alencar, líder do Primeiro Comando da Capital no Paraná

Nesta terça-feira, 21 de abril, Milene Comili e Luiza Lima, respectivamente mulher e filha do deputado federal Luiz Lima (PSL), foram presas ao lado de Ana Silva e seu filho Luca por estarem nadando na praia de Copacabana. Luiza e Luca, ambos com 14 anos, são atletas do Fluminense e defendem a seleção infantil de natação. Estavam treinando. A polícia abordou o grupo logo que pisou na areia. Eles foram acusados de descumprir o decreto do governador Wilson Witzel (PSC), que não permite frequentar praias, como medida para tentar conter a contaminação da população pelo coronavírus.

Também nesta terça-feira, Valacir de Alencar, líder do Primeiro Comando da Capital, o PCC, no Paraná, condenado a 76 anos de prisão por crimes como tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e porte de armas, foi posto em liberdade por decisão do juiz Diego Paolo Barausse. Valacir obteve o direito à prisão domiciliar depois que seus advogados argumentaram que, por ser hipertenso, o criminoso fazia parte do grupo de risco do novo coronavírus.

Colocadas num camburão, as duas mulheres e as duas crianças foram levadas para a delegacia. Colocado em liberdade, Valacir rompeu a tornozeleira eletrônica e desapareceu.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

23 comentários

  1. Parabéns Tóffoli. Foi a “orientação” do CNJ que o juiz utilizou para fundamentar a libertação do “anjo” do PCC. E o respeitável juiz, ainda declarou que é uma iniciativa que deve ser incentivada. Pasme!
    Depois, o STF que se sente atacado pela população e “nem imagina” porque tanta revolta.
    Canalhas.

      1. O juiz deveria ser punido , pois já existe uma orientação do CNJ e do MJ para não soltar presos de alta periculosidade.

  2. Estes vagabundos estão pedindo para a população que tem vergonha na cara se juntar, numa turba de algumas centenas de milhares de pessoas e marchar para cima deles…o dia que isso acontecer…ai deles!

    1. Esse juiz deve ser integrante da facção, ou foi ameaçado e está se cagando todo. Um sujeito desses deveria ser expulso da magistratura. Vergonha na cara é o que lhe falta!

  3. O STF segue rasgando a constituição e cuspindo na cara do povo brasileiro. Aqueles soretes togados, refestelados com lagostas, vinhos franceses e gordas propinas dos grandes escritórios de advocacia, deveria ser enxovalhados em praça pública.

  4. O que é pior, hoje esse mesmo meliante tomou doril e sumiu de vez. Ele violou a tornozeleira e escafedeu-se, como dizia Didi Mocó. E com certeza esse juiz de m… recebeu um a mala.

  5. Desde quando membro de facção criminosa, ainda que hipertenso, se realmente verdade, pode ser solto por causa da pandemia ? Esse caso deve ser investigado pelo Tribunal no qual trabalha o magistrado e pelo CNJ. O nosso competente Ministro da Justiça e da Segurança Pública já havia alertado para esse tipo de situação e mesmo assim o magistrado autorizou a soltura, embora tivesse bons fundamentos para negá-la. Por quê ?

  6. A PM do Rio está ligada ao tráfico e as milícias. A maioria dos oficiais já foram cooptados.

    Espera-se dessa turma fé cega em um Governador macumunado em enredos criminosos.

  7. Que vergonha de tudo isso que está acontecendo no meu lindo Brasil! Uma inversão total de valores… isso precisa mudar urgente, pelo futuro de nossos jovens e crianças. Força brasileiros, não podemos nos calar… juntos podemos vencer!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês