Irã é acusado de tentar hackear a OMS - Revista Oeste

Em 2 abr 2020, 11:42

Irã é acusado de tentar hackear a OMS

2 abr 2020, 11:42

O regime de Teerã nega as acusações e afirma que o país é que está sendo vítima de ataques digitais

Hacker

Foto: Gerd Altmann/Pixabay

Hackers ligados ao governo iraniano tentaram invadir o e-mail pessoal de membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) durante a pandemia do coronavírus. De acordo com o The Jerusalem Post e a Agência Reuters, quatro fontes confirmaram a informação.

Não está claro se alguma informação foi comprometida. Os ataques demonstram como a OMS e outras organizações no centro do esforço global do combate ao coronavírus estão sob constante ataque virtual de hackers que procuram informações sobre a pandemia.

No início de março, a Reuters informou que o número de tentativas de ataques virtuais contra a OMS e seus parceiros havia mais do que dobrado desde o início da crise do coronavírus, que já matou mais de 40 mil pessoas em todo o mundo.

O porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, confirmou que os e-mails estão sofrendo tentativas de invasão, mas que a organização não sabe quem são os responsáveis. “Para o conhecimento de todos, podemos afirmar que nenhuma das tentativas de hackeamento foi bem sucedida”, afirmou.

O governo iraniano nega qualquer envolvimento. “São mentiras para colocar mais pressão sobre o Irã”, afirmou um porta-voz iraniano. “O Irã que está sendo vítima de hackers”, concluiu.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias