Jilmar Tatto é o candidato do PT à prefeitura de São Paulo - Revista Oeste

Em 18 Maio 2020, 07:30

Jilmar Tatto é o candidato do PT à prefeitura de São Paulo

18 Maio 2020, 07:30

Na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, o petista é citado como recebedor de propina da BR Distribuidora

O ex-deputado federal pelo PT paulista Jilmar Tatto
Foto: GUSTAVO BEZERRA/DIVULGAÇÃO

O ex-deputado federal e ex-secretário municipal dos Transportes da gestão Haddad (2013-2016) Jilmar Tatto será o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) à prefeitura de São Paulo. As eleições estão previstas para 4 de outubro.

A decisão foi tomada no sábado 16, depois de integrantes dos diretórios municipal, zonal e setorial optarem por Tatto em vez do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, seu concorrente.

Tatto ganhou por 15 votos: 312 contra 297 de Padilha. Houve um voto branco. A convenção que confirmará o candidato do partido ainda não tem data marcada. Ou seja, o jogo pode mudar.

Em bom português: o que Lula decidir, assim será.

Além disso, circula nos bastidores que o nome de Fernando Haddad, derrotado por Jair Bolsonaro em 2018, não está 100% descartado da disputa municipal. Isso porque Tatto não tem muita expressão eleitoral.

Corrupção

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró | Foto: ANTÔNIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

Em delação firmada com a Lava Jato em dezembro de 2015, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró apontou Tatto como um dos recebedores das propinas arrecadadas na diretoria de Mercado Consumidor da BR Distribuidora, comandada por um indicado do PT.

O suposto recebimento dos valores, segundo Cerveró, teria sido negociado em meados de 2010, antes da ida de Tatto para a Secretaria de Transportes municipal da gestão Haddad.

Tatto nega as acusações.

Votação interna

A direção municipal do PT cancelou as prévias para a escolha do candidato. E pôs a culpa na pandemia de coronavírus.

Pré-candidatos do partido defendiam a ideia de que a escolha fosse feita por meio de uma eleição virtual para todos os filiados.

Nas prévias, que estavam marcadas para 22 de março, era esperado que 20 mil dos 180 mil filiados da cidade votassem.

Contudo, a direção do PT entendeu que não seria viável fazer uma eleição virtual.

Portanto, definiu a escolha do nome apenas pelos componentes dos diretórios municipal, zonal e setorial.

Sendo assim, o eleitorado que escolheu Tatto reduziu-se a 615 filiados.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 Comentários

  1. Aqui é o único país do mundo que aceita quem rouba como candidato.

    Responder
  2. Só um completo ignorante ou imbecil votaria em qualquer candidato do PT (ou outro partido de esquerda) nos dias de hoje.

    Responder
    • Esses PTralhas não tem vergonha na cara. Com esse histórico está mais para candidato a uns anos de estadia na Papuda.

      Responder
      • Oba, a esquerda nojenta não poderia fazer melhor escolha que esse quadrilheiros. Um a menos para vencer a eleição. Escolham qualquer um que não tenha folha corrida e não acharão!

        Responder
  3. Impressionante. Parece que um requisito indispensável a qualquer um que queira se candidatar a um cargo público pelo PT é já ter enfiado a mão nos recursos da nação.

    Responder
    • E, também, ter problemas com a Língua Portuguesa. “Jilmar”, tsk, tsk

      Responder
  4. Esse é a cara do PT. “Honestidade” a toda prova. Tipo Lula.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias