-Publicidade-

Ex-governador do PSDB é condenado por caixa 2

Político chegou a ser vice-presidente nacional do partido
Foto: Divulgação/PSDB
Foto: Divulgação/PSDB | ex-governador - psdb - marconi perillo - caixa dois - tucano

Político chegou a ser vice-presidente nacional do partido

ex-governador - psdb - marconi perillo - caixa dois
Foto: Divulgação/PSDB

Um dos caciques do PSDB entra para a lista de condenados. Ex-governador de Goiás e ex-vice-presidente do diretório nacional do partido, Marconi Perillo sofreu derrota no âmbito da Justiça Eleitoral. Ontem, quinta 29, o Poder Judiciário entendeu que o tucano cometeu crime de caixa dois.

Leia mais: “Candidato desiste de disputar a prefeitura de São Paulo”

O entendimento da Justiça Eleitoral se deve às eleições de 2006. Na ocasião, Perillo se elegeu senador. De acordo com a denúncia formulada pelo Ministério Público, e agora parcialmente aceita por magistrados, o político do PSDB teria organizado esquema de caixa dois no segundo turno local do pleito, quando apoiou seu antigo vice, Alcides Rodrigues, na campanha à reeleição ao governo de Goiás.

A Justiça Eleitoral, no entanto, não atendeu a outras três denúncias contra Perillo. Dessa forma, não condenou o ex-governador pelos crimes de associação criminosa, fraude processual e peculato [roubo de dinheiro público].

marconi perillo - ex-governador de goiás pelo psdb
Marconi Perillo: membro do PSDB condenado por caixa dois
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Punição

Marconi Perillo foi condenado a ressarcir o patrimônio público em R$ 18 mil, informa o site Congresso em Foco. Além disso, a Justiça Eleitoral chegou a determinar 20 meses de prisão, punição revertida em prestação de serviços comunitários.

Liderança tucana

Hoje condenado, Marconi Perillo chegou a ser uma liderança dentro do PSDB. Sempre pelo partido, foi deputado federal, quatro vezes governador de Goiás e senador. Durante a gestão de Geraldo Alckmin à frente do partido (2017-2018), ele se tornou primeiro-vice-presidente.

Apesar de desfrutar de prestígio no partido, ele saiu derrotado das urnas no pleito de dois anos atrás. Na ocasião, tentou voltar ao Senado, mas obteve somente 7% dos votos e ficou na amarga quinta posição. Além de ver seu desafeto Jorge Kajuru ser eleito para o cargo, Perillo se tornou alvo da Polícia Federal e chegou a ser detido a partir de investigação da Operação Cash Delivery.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Esse PARTIDO é + pernicioso ao BRASIL do que o próprio PT, pois são vaidosos, sequer querem saber dos mais necessitados. Essa Orcrim se transveteste de qq coisa, como os comunistas, para alcançar seus objetivos. De Paulo Preto a Dória, daria pra construir uma NAÇÃO o quanto roubam e defendem o indefensável.
    Esse Perillo tem cara de vagabundo, age como marginal, se esconde na caixa forte da corrupção ,representando a essência do PSDB. Tucanos são ariscos : como aves destroem manjedoura nas árvores, como homens, gerações de jovens e crianças. MUDA BRASIL, vacinem com coronavac essa gang com prioridade @

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês