-Publicidade-

Celso de Mello suspende ações contra Dallagnol

Procurador da Lava Jato é alvo de processos movidos por Renan Calheiros e Kátia Abreu
O coordenador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol | Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL
O coordenador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol | Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL | O coordenador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol | Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

Procurador da Lava Jato é alvo de processos movidos por Renan Calheiros e Kátia Abreu

celso de mello
O coordenador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol | Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello suspendeu na segunda-feira 17 a tramitação de dois processos no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra o procurador Deltan Dallagnol. Os autores pedem que Dallagnol seja removido do posto de coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná. Os casos estavam previstos para análise do CNMP nesta terça-feira, 18, mas devem ser retirados de pauta.

Uma das ações, de caráter disciplinar, foi apresentada pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), alvo da Justiça por suspeita de corrupção. Conforme o parlamentar, Dallagnol fez campanha na internet para atacá-lo, influenciando nas eleições para presidente do Senado (Renan perdeu para Alcolumbre). O outro processo interpelado pela defesa do procurador é um pedido de remoção apresentado pela senadora Kátia Abreu (PP-TO).

Nele, a parlamentar afirma que o procurador foi alvo de 16 reclamações disciplinares no conselho, firmou o acordo com a Petrobras para que R$ 2,5 bilhões recuperados fossem direcionados para fundação da Lava Jato e ainda deu palestras remuneradas. A decisão de Mello atende a um pedido da defesa de Deltan Dallagnol, que afirmou ao STF que há irregularidades no andamento dos processos nos procedimentos.

Leia também “A operação que tornou todos iguais perante a lei”, reportagem publicada na edição n° 21 de Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

12 comentários

  1. Seria uma afronta à sociedade submeter esse funcionário público a um julgamento, e ainda mais por essa casa de mãe Joana.
    Kakay agora é bandeira amarela, a vermelha deu no que deu. Qdo ficar pronta leremos: Proteção ao crime organizado.
    Mas a classe artística já se uniu à Folha, imprensa comunista, é já desfralda o “pano” em completa afronta ao brasileiro de bem.
    Mais 1 derrota desses imbecis caminha a todo vapor. Ô q + tentarão esses incognitivo?

    1. STF sempre agindo de maneira estranha ao que se espera. Não que queira condenação do Dalagnol, más Celso de Melo? Retirar de pauta duas acusações contra procurador? Aguardemos os acontecimentos futuro.

  2. A bandeira vermelha hj é sinal de crime organizado. Mudaram para amarelo para se confundir com a maioria verde amarelo. Não vai dar certo. Todo apoio à lava jato. Que ela recrudesxa com força a bem deste país. O tempo mudará a composição do STF e aí os poderosos que cometem crimes voltarão a ter que prestar contas a justica

  3. A mudança de cor se dá em função da vermelha estar desbotando,
    ou seja o Brasileiro de bem nunca aceitará essa implantação do
    comunismo no Brasil por essa corja maldita, podem colocar ate
    lilás que sabemos quais são as matilhas das hienas que proliferam
    em todos os setores seja, político, acadêmico, artistas, e crime
    organizados, estão marcados a ferro e a fogo.

  4. Que confusão que estão fazendo desse caso. Ou será que sou apenas eu que estou confuso? No meu entendimento, operação Lava Jato é uma coisa e República de Curitiba é outra, esses procuradores federais de Curitiba neles incluído o Deltan a meu ver, estão conspirando juntamente com o Sérgio Moro, alguma maneira de livrar em definitivo, o Capiroto de Garanhúns da cadeia da qual ele nunca cumpriu. Pode parecer loucura mas é isso o que eu acho. Essa quadrilha de Curitiba não presta!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês