-Publicidade-

Delação de ex-diretores de OS resultou em operação que prendeu Baldy

Delação de ex-diretores de OS resultou em operação que prendeu Baldy.
O pesquisador Guilherme FRanco Netto também é alvo da nova operação dentro da Lava Jato | Foto: Divulgação
O pesquisador Guilherme FRanco Netto também é alvo da nova operação dentro da Lava Jato | Foto: Divulgação | lava jato, pró-saúde, delação, alexandre baqldy, guilherme franco netto

Suspeitas indicam uso do ‘núcleo familiar de investigados’ para esconder valores, segundo informações da UIF passadas ao  MPF

lava jato, pró-saúde, delação, alexandre baqldy, guilherme franco netto
O pesquisador Guilherme Franco Netto também é alvo da nova operação dentro da Lava Jato
Foto: Divulgação

O braço da Lava-Jato que levou à prisão do secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy, nesta quinta-feira,6, é fruto da delação de ex-diretores da organização social Pró-Saúde, que administrou entre 2010 e 2017 o Hospital de Urgência da Região Sudoeste (HURSO), em Goiânia, segundo a revista Veja. 

De acordo com o MPF, os delatores contaram que suas empresas eram chamadas em razão “do comando ou da influência que os investigados exerciam nos órgãos”, e, em troca, pagaram altas somas em espécie ou até mesmo por depósitos bancários.

Outros agentes públicos, como o pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Guilherme Franco Netto, também são alvos da operação.

Ainda segundo o MPF, a Receita Federal e a Unidade de Inteligência Financeira (UIF), antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), mostraram operações suspeitas, que indicam a utilização da família de investigados para esconder os valores advindos de corrupção, peculato e organização criminosa.

Inconsistências nas informações fiscais dos investigados também serão investigadas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês