-Publicidade-

Presidente do STF fala que ‘impeachment’ de Bolsonaro seria um desastre para o Brasil

"O País precisa se reerguer economicamente, atrair investidores e consolidar a nossa democracia", afirma o ministro Luiz Fux
Da esquerda para a direita o presidente do STF, Luiz Fux, e o presidente da República, Jair Bolsonaro | Marcos Correa/PR
Da esquerda para a direita o presidente do STF, Luiz Fux, e o presidente da República, Jair Bolsonaro | Marcos Correa/PR
Da esquerda para a direita o presidente do STF, Luiz Fux, e o presidente da República, Jair Bolsonaro | Marcos Correa/PR

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal, se posicionou contrário a um eventual impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro. Neste sábado, 6, ao jornal o Estado de S.Paulo, o magistrado disse que o afastamento seria um  “desastre para o País”.

“O impeachment é um processo político que o Supremo não pode nem se intrometer no mérito”, avisou o jurista. “Mas, em uma pós-pandemia, em que o País precisa se reerguer economicamente, atrair investidores e consolidar a nossa democracia, eu acho que seria um desastre para o País. O Brasil não aguenta três impeachments. O Brasil tem de ouvir o povo e o povo é ouvido através de seus representantes que estão no Parlamento. Acho que o impeachment seria desastroso.”

Leia também: “STF libera a privatização da Casa da Moeda e outras 5 estatais”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês