-Publicidade-

STF deve julgar suspeição de Moro depois do Carnaval

É o que afirmou o ministro Gilmar Mendes
Faltam votar os ministros Ricardo Lewandowski e Kássio Nunes Marques
Faltam votar os ministros Ricardo Lewandowski e Kássio Nunes Marques | Foto: Divulgação/STF

Na terça-feira 9, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou que o julgamento da ação que trata da suposta parcialidade do ex-juiz Sergio Moro deve ocorrer depois do Carnaval. A ação movida pela defesa do ex-presidente contesta a atuação de Moro nos processos em que ele atuou contra o petista. “A expectativa é a de julgar ainda neste semestre, e espero que se realize. Tenho a expectativa de que deveríamos julgar em uma sessão presencial. No plenário por videoconferência há interferências e o debate é difícil. No entanto, estamos vendo que a volta ao plenário está sendo alongada. Estou pensando em julgar isso depois do Carnaval”, declarou o magistrado do STF, ao portal Jota.

Conforme Gilmar, são “graves” as acusações. “Isso tudo indica uma fase do Brasil. A esta altura, quero entender como permitimos isso acontecer. Há dois dias, parei de ler as coisas e me senti perturbado”, acrescentou Gilmar Mendes, ao mencionar que as informações são “desorientadoras”. “É uma avalanche. Quero saber o que fizemos de errado para que institucionalmente produzíssemos isso, um setor que cria sua própria Constituição e opera seguindo seus sentimentos de justiça”, concluiu. Em 2018, o juiz do Supremo votou, mas pediu vista do processo que pode anular a condenação de Lula no caso do triplex do Guarujá . Dessa forma, a sessão ficou suspensa. Faltam votar os ministros Ricardo Lewandowski e Kássio Nunes Marques.

Leia também: “Moro pode ser declarado suspeito nos processos envolvendo Lula?”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comentários

  1. Esse Gilmar “Laxante” é um fanfarrão mesmo!! Sabemos que é um incompetente, militante, capacho do PSDB, mas agora deu para ser ator também. E está indo melhor do que como ministro. Espero que o congresso, nessa nova gestão, pouco esperançoso confesso, mas espero que coloque essa corja de advogados de porta de cadeia no seu devido lugar.

  2. Quem julgará a suspeição dessa corte nefasta? Só o senado tem competência para isso, porém jamais o fará. Praticamente todos os seus componentes têm rabo preso com o essetêefe.

  3. A continuar assim, chegaremos ao ponto em que seremos obrigados a pedir perdão ao super-condenado Luladrão, considerando-o um injustiçado e deixando que ele volte ao poder, pra felicidade geral da canhotada, dos lacradores, do STF e da imprensa militante. E fim!

  4. O resultado deste julgamento é certo: Gilmar Mendes há meses já sugere isto. Vão declarar a suspeição de Moro e anular o processo de Lula. Nesta turma do STF só há militantes petistas. Quem viver, verá.

  5. Eis que se descobre que Moro tinha um projeto. Estamos numa camisa de onze varas, pois querer que Moro se dane não quer dizer queremos facilitar para lula. Uma questão que não admite maniqueísmo.

  6. Evidente que a defesa do ex-presidente não gostou do julgamento do Juiz Sérgio Moro, na condenação do seu cliente. Ou alguém Imaginou que seria diferente ?

  7. O beiçola deve estar somando os votos pra tornar moro suspeito……
    Quanto mais indignado o povo mais na berlinda os juízes podres estarão…..
    Esse indígno vai se juntar a maia e dória na desgraça.

  8. Fico me perguntando quantos julgamentos o Lula já teve. Quantas horas de debates, quanto tempo de juízes, e tudo com o mesmo resultado, o cara condenado, e agora vem o Gilmar falar em novo julgamento, é realmente um escárnio. Basta deste assunto irritante chamado Lula

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês