-Publicidade-

AM: adega que vendeu respiradores enviou R$ 2,2 milhões ao exterior

Segundo despacho da operação Sangria, autorizada pelo STJ, a revendedora de vinhos FJAP recebeu mais de R$ 2,9 milhões, o que demonstra lavagem de dinheiro.

Segundo despacho da operação Sangria, autorizada pelo STJ, a revendedora de vinhos FJAP recebeu mais de R$ 2,9 milhões, o que demonstra lavagem de dinheiro

fjap, adega, respiradores, operação sangria, amazonas, covidão amazonense, wilson lima, simone papaiz
Adega FJAP repassou R$ 2,2 milhões de R$ 2,9 milhões obtidos por venda de respiradores a conta no exterior | Foto: Reprodução

Dos R$ 2,9 milhões pagos pelo governo do Amazonas para a compra de respiradores para a adega FJAP, R$ 2,2 milhões foram parar numa conta no exterior, num claro indício de lavagem de dinheiro.

Os dados foram obtidos pela operação Sangria, autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e levado à frente pela Polícia Federal e pela Procuradoria Geral da República no Estado.

O repasse ao exterior foi feito à Jalusa Incorporation, empresa que chegou a vencer licitação para fornecer os equipamentos ao governo amazonense, mas nunca chegou a entregá-los.

Proprietário da PJAP, Fábio José Antunes Passos, disse que a operação seria pagamento pela importação dos respiradores. Contudo, a Jalusa não realizou exportações desse tipo de material para o Estado, segundo a Receita Federal.

A operação Sangria já levou à detenção da secretária de Saúde do Amazonas, Simone Papaiz e até mesmo o governador do Estado, Wilson Lima já teve um pedido de prisão negado pelo STJ.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês