Kamala Harris, vice de Biden, espalhou fake news para criticar Bolsonaro

Em 12 ago 2020, 18:05

Vice de Biden já espalhou ‘fake news’ para criticar Bolsonaro

12 ago 2020, 18:05

Kamala Harris foi escolhida por Joe Biden para compor a chapa do Partido Democrata na disputa eleitoral contra Donald Trump

kamala harris - vice de biden - fake news - bolsonaro

Kamala Harris criticou Bolsonaro, mas com direito a fake news | Foto: REPRODUÇÃO/ABC

Um ano antes de ser anunciada como candidata a vice-presidente da República dos Estados Unidos pelo Partido Democrata, Kamala Harris foi ao Twitter para fazer a alegria da esquerda brasileira: criticar Jair Bolsonaro. Em postagem publicada em agosto de 2019, ela culpou o mandatário brasileiro pela “devastação” da Floresta Amazônica.

Leia mais: “Antes de ser vice, Kamala Harris criticava fortemente Biden”

De acordo com a senadora, o presidente do Brasil deveria responder pela situação da região. Sem apresentar dados em relação a isso — e divulgando apenas recortes de imagens de uma selva em chamas —, Kamala aproveitou para espalhar duas fake news. Isso porque ela afirmou que a Amazônia é responsável por 20% do oxigênio de todo o planeta e que a floresta é a morada de 1 milhão de indígenas.

 

As fake news

  • Oxigênio. Diferentemente do que foi propagado há um ano por Kamala Harris, a equipe do site National Geographic garantiu, após ouvir cientistas, que a “contribuição real da Amazônia para o oxigênio que respiramos provavelmente gira em torno de zero”.
  • Povos indígenas. A agora candidata a vice-presidente dos Estados Unidos parece não ver problema em fazer afirmações sem ter, no entanto, conhecimento de causa. Isso porque a Fundação Nacional do Índio (Funai) destaca que, segundo o Censo de 2010, o Brasil nem sequer abriga 1 milhão de indígenas. Na ocasião, a população era de 817,9 mil.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 Comentários

  1. E a Dilma made in USA.

    Responder
  2. Mas quando a esquerda fala,e verdade gente!
    Fake news,são os outros!

    Responder
  3. 817 mil indios em todo o Brasil, no sul, no cerrado, no Nordeste, ou seja, se for contar apenas os da amazonia dá metade disso ou menos

    Responder
  4. Dia 16/08 o STF, com um mínimo de patriotismo, tem a oportunidade de enterrar de vez a entrega do subsolo BRASILEIRO, macumunada pelo foro de São Paulo, fazendo valer o marco legal das terras indígenas, confirmando a CARTA de 88. ONGs nacionais e internacionais q são verdadeiras orcrims e botam fogo na floresta, tudo sob as vistas de ex governantes q buscavam a miséria humana, se afastarão de X do nosso território, q esperamos nunca + corra o risco q vem passando. A Europa já era, querem refundar o velho continente na Amazônia. Perderam.

    Responder
  5. É mais uma vadia de esquerda, como muitas há, infelizmente!
    Espero que essa inutilidade como pessoa, pelo menos seja útil, para empurrar a campanha do Joe “negócios na Ucrânia” Biden, ladeira abaixo….
    Tá falado!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias