Lula é o mito dos inocentes úteis e inúteis - Revista Oeste

Edição da semana

Em 15 set 2020, 09:30

Lula é o mito dos inocentes úteis e inúteis

15 set 2020, 09:30

“Para que serve o ex-presidente petista hoje? Serve essencialmente como disfarce progressista”, resumiu o colunista de Oeste Guilherme Fiuza

lula

Em artigo, colunista de Oeste critica hipocrisia da classe falante brasileira
Foto: DIVULGAÇÃO/PT

“De modo a manter seu poderzinho particular e avarento, a revolução do proletariado, quem diria, virou o último suspiro da burguesia decadente”, afirmou o jornalista Guilherme Fiuza em seu mais recente artigo publicado na Revista Oeste. No texto, Fiuza critica a hipocrisia das classes falantes do Brasil, que ocupam as universidades, o show business e redações da grande mídia.

No ex-presidente petista, essa elite encontrou o disfarce perfeito para camuflar a verdade sobre ela. “É a apoteose de uma elite muito bem-educada que sempre quis ser imune à lei: uma fotografia é o bastante para lavar uma reputação. Lava a jato”, observou o colunista. “Para que serve o ex-presidente petista hoje? Serve essencialmente como disfarce progressista.”

Não deixe de ler o artigo completo de Guilherme Fiuza “Empatia 171”, publicado na edição n° 25 da Revista Oeste

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Lula é a boia furada dos “inocentes úteis e inúteis”. Esse pessoal deveria tomar vergonha na cara.

    Responder
  2. Como agradecimento aos serviços prestados ao partido, o PT devia colocar o Lula num asilo até ele ser recolhido para alguma penitenciária.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês