Witzel sofre mais uma derrota no STF - Revista Oeste

Edição da semana

Em 28 set 2020, 22:00

Mais uma derrota para Witzel

28 set 2020, 22:00

STF rejeita pedido para o político voltar ao governo do RJ

witzel - stf - fachin

Wilson Witzel segue fora do governo do Rio de Janeiro | Foto: Reprodução/Instagram

Não foi dessa vez que Wilson Witzel (PSC) conseguiu usar o Poder Judiciário para voltar ao comando do governo do Rio de Janeiro. Afastado do cargo há um mês, ele viu mais um pedido para retornar ao cargo ser rejeitado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira, 28.

Leia mais: “Quem é Cláudio Castro e como ele se tornou governador do RJ?”

O mais novo revés sofrido por Witzel foi definido por Edson Fachin. Coube ao ministro analisar o pedido feito pela defesa do governador afastado. A ação foi protocolada pelos advogados de Witzel no último dia 14 — eles queriam o retorno imediato do político ao Executivo fluminense.

Em sua decisão contra Witzel, Fachin entendeu que a ação movida no STF pela defesa do governador afastado foi “inadequada”. Além disso, o ministro do STF lembrou que o integrante do PSC é alvo de processo de impeachment na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Derrotas

A decisão de Fachin representa mais uma derrota de Wilson Witzel na Justiça. Afastado do cargo de governador em 28 de agosto, por decisão monocrática vinda do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ele não teve seu desejo acatado pela corte especial do mesmo STJ e ainda teve pedido negado pelo então presidente do STF, Dias Toffoli.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. Se f*deu, Se f*deu, Se f*deu, Se f*deu, Se f*deu!

    Malandro, malandro, mané e mané, podes crer que é!
    Malandro, malandro, mané e mané, inocentio é!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês