Marco Aurélio Mello decide adiar depoimento de Bolsonaro - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 17 set 2020, 13:05

Marco Aurélio Mello decide adiar depoimento de Bolsonaro

17 set 2020, 13:05

Decisão vale até que o plenário do STF analise um pedido da Advocacia-Geral da União para que o presidente responda aos investigadores por escrito

Marco Aurélio Mello

Ministro do STF Marco Aurélio Mello | Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, decidiu adiar o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que apura interferência na Polícia Federal. A informação é da CNN Brasil.

A decisão vale até que o plenário da Corte analise um pedido da Advocacia-Geral da União para que o presidente responda aos investigadores por escrito.

A PF havia intimado Bolsonaro a depor presencialmente entre os próximos dias 21 e 23 de setembro.

Segundo a emissora, o caso ainda não chegou a Marco Aurélio Mello, mas a decisão de congelar o caso já estaria tomada.

LEIA MAIS: Com aval de Bolsonaro, relator do Orçamento vai propor programa social

Marco Aurélio herdou o inquérito porque o responsável pelo caso, ministro Celso de Mello, está de licença médica. O presidente teria que ser ouvido pessoalmente porque o decano da corte negou a possibilidade de depoimento por escrito.

A investigação apura declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de que Bolsonaro teria tentado interferir na PF.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. Marco Aurélio é hoje a voz da COERÊNCIA nesta corte vergonhosa. Quem diria! Que Fux volte a ser o Fux que admirávamos!

    Responder
  2. Marcos Aurelélio, tá tentando desfazer as coisas erradas que fez até hoje no STF.

    Responder
  3. Tenho a remota esperança de que ele, juntamente com Fux, esteja tentando resgatar um mínimo de dignidade para essa corte tão vergonhosamente ativista.

    Responder
  4. Um pouco de sensatez enfim chegando…esperando que Fux vá pelo mesmo caminho

    Responder
  5. O que me chamou à atenção, foi o Marco Aurélio de Mello ser sorteado desta vez. Não me recordo de nenhuma vez que isso ocorreu. Por que o caso não caiu para os três de sempre? Para mim isso está cheirando é um um acordo para pôr panos quentes no assunto e encerrar a palhaçada daquele velho cagão, o juiz de m****.

    Responder
  6. Calma fiquem tranquilos, pegaremos a presidência do senado. Nessa Celso d Mello vai escapar, mas outros não.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Um caso de amor com a tirania

Na França, é cada vez mais evidente o namoro com o autoritarismo sob o disfarce da racionalidade, da competência administrativa, do bem comum, da justiça social

A obsessão da imprensa por Donald Trump

Com o único propósito de ser anti-Trump, a mídia não saberá o que fazer se não puder culpar o bufão laranja por todo o mal que eventualmente venha a acontecer

O Guevara da Daslu

Faça como Doria. Pare diante do espelho, fale meia dúzia de clichês do humanismo de butique e note que você também tem um corpinho de centro-esquerda

A China e a fábula dos pardais

Enquanto o discurso ambientalista foca a Amazônia e as mudanças climáticas, a China segue com suas práticas predatórias e não assume responsabilidades

O gênio e o mito

Maradona não deveria ser uma referência moral para ninguém. Mas é um equívoco não homenageá-lo por seu futebol-arte

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

É o “mecanismo”

É o “mecanismo”

A 3ª maior doadora da campanha paulistana do PSOL é uma herdeira da empreiteira de obras públicas Andrade Gutierrez...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês