Marinho desarma ‘bomba’ deixada por antecessor em Ministério - Revista Oeste

Em 28 mar 2020, 17:10

Marinho desarma ‘bomba’ deixada por antecessor em Ministério

28 mar 2020, 17:10

Após questionamento de Oeste, ministro diz que vai cancelar licitação de R$ 600 mil para compra de lanches em voos da FAB, encomendada por antecessor

O Ministério do Desenvolvimento Regional prometeu cancelar um processo licitatório orçado em aproximadamente R$ 600 mil para aquisição de lanches em voos da FAB, que atenderiam ao ministro Rogério Marinho e seu staff. O edital foi lançado nesta sexta-feira, 27, e o certame está marcado para o dia 8 de abril. Mas, ao ser questionado por Oeste sobre a compra, o ministério informou que a tramitação do processo ocorreu antes de Marinho assumir, ainda na gestão Gustavo Canutto. Por isso, a atual gestão não tinha conhecimento a licitação.

De acordo com a concorrência, no valor estimado de R$ 589,4 mil, seriam adquiridos itens como 4,2 mil latas de refrigerante, 2,1 mil caixas de suco e 720 sachês de capuccino. O ministério também pretendia comprar geladeiras de isopor, sanduíches e até risotos. O documento solicitando a aquisição dos itens foi assinado pelo setor de Divisão de Gestão em Contratos no dia 3 de fevereiro. Antes de Marinho assumir o ministério.

Questionado por Oeste sobre o caso, o ministério informou que ao saber da licitação, o ministro determinou o seu cancelamento e que ela foi realizada sem a anuência de Rogério Marinho. “Sua tramitação e publicação no dia 25 de março ocorreu sem o conhecimento e anuência do ministro. Deslocamentos em voos da FAB não serão uma prática rotineira dessa gestão. Desde que assumiu, o ministro utilizou os aviões da FAB em apenas uma ocasião”, destacou o ministério.

TAGS

6 Comentários

  1. Parabéns ministro

    Responder
  2. Bom exemplo de reportagem útil, impessoal e sem condenação precipitada de inocentes.
    O Brasil honesto agradece.
    Parabéns ao autor e à revista.
    Imprensa seria; é só isso que defendemos.

    Responder
    • Parabéns Brasil, Revista Oeste e leitor Farias, C.

      Responder
  3. Reportagem nota 10. Parabéns aos jornalistas e equipe. Assim é que se faz um jornalismo sério. Sucesso a tôdos nesta digna empreitada.

    Responder
    • Jornalismo serio alivia a alma!

      Responder
  4. PARABÉNS A REVISTA OESTE E AO MINISTRO PELA AÇÃO!!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coronavírus

Assine a nossa news

Oeste Notícias