Facebook recua e bloqueia perfis fora do Brasil - Revista Oeste

Edição da semana

Em 1 ago 2020, 14:45

Medo de Moraes faz Facebook recuar e bloquear perfis em todo mundo

1 ago 2020, 14:45

Mas rede social faz questão de criticar ordem do ministro do STF

facebook x alexandre de moraes

Com medo de Alexandre de Moraes, Facebook cumpre ordem do STF | Foto: CARLOS MOURA/STF

Após inicialmente se voltar contra decisão de Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o Facebook mudou de ideia. Na manhã deste sábado, 1º, a plataforma anulou o posicionamento tornado público na véspera. Dessa forma, a empresa cumpriu a ordem de suspender fora do Brasil as contas de investigados no inquérito das fake news.

Leia mais: “TikTok será proibido nos EUA, promete Trump

A postura do Facebook foi modificada após novo parecer de Moraes. O ministro aumentou o valor da multa prevista para as empresas que não acatassem a decisão de bloquear os perfis em toda a internet mundial. Antes definida em R$ 20 mil por dia a cada conta mantida no ar, a punição passou para a casa dos R$ 100 mil. Com efeito retroativo, o integrante do STF avisou que a “dívida” já estava, por exemplo, próxima aos R$ 2 milhões.

Em comunicado divulgado à imprensa, o Facebook reforça que a mudança de postura se dá somente porque não encontrou alternativas que não fosse acatar a ordem de Moraes. A rede social, no entanto, faz questão de destacar dois pontos: de que, se dependesse dela, os perfis seguiriam no ar; e de que há receio em relação a um de seus colaboradores no país. Afinal, Moraes chegou a intimar Conrado Leister, diretor-geral da empresa no Brasil.

Posicionamento da plataforma

Na visão da empresa digital, a decisão que partiu de Alexandre de Moraes vai contra o direito à liberdade de expressão. “A mais recente ordem judicial é extrema, representando riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira e em conflito com leis e jurisdições ao redor do mundo”, informa a companhia em trecho de seu comunicado.

“Não tivemos alternativa”

No que depender da rede social, contudo, o assunto terá novos capítulos no Poder Judiciário. Isso porque garante que irá recorrer. “Devido à ameaça de responsabilização criminal de um funcionário do Facebook Brasil, não tivemos alternativa a não ser cumprir com a ordem de bloqueio global das contas enquanto recorremos ao STF”.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 Comentários

  1. O Facebook perdeu uma grande oportunidade de se posicionar de forma definitiva embora vá fazê-lo a conta-gotas.

    Responder
    • Até quando nós vamos tolerar esse ditadura!
      Temos que precionar nossos senadores pra pedir a cacacao desses comunistas urgente.

      Responder
    • Das duas uma: ou é jogo de cena de acordo com a denúncia do ex funcionário do Facebook ou agora a plataforma abriu um precedente perigoso para ser censurada em qualquer parte do planeta. Vai desaparecer.

      Responder
  2. Facebook é conivente. Fez apenas um teatrinho para limpar sua barra.

    Responder
    • É o que penso, também!

      Responder
  3. Tempos obscuros.

    Responder
  4. Vergonhoso.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês