Menos de 25% dos deputados da 'bancada liberal' rejeitaram o Plano Mansueto 'light' - Revista Oeste

Edição da semana

Em 14 abr 2020, 17:00

Menos de 25% dos deputados da ‘bancada liberal’ rejeitaram o Plano Mansueto ‘light’

14 abr 2020, 17:00

Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) é o presidente da Frente Parlamentar pelo Livre Mercado

A votação da versão “light” do então denominado Plano Mansueto dividiu a “bancada liberal” da Câmara. Dos deputados da chamada Frente Parlamentar pelo Livre Mercado, 46 votaram contrários ao texto de um total de 192 membros votantes na sessão plenária. Ou seja, isso equivale a 23,95% dos “votos válidos”, aponta um levantamento feito pela Oeste.

Ao todo, a “bancada liberal” é composta por 198 deputados. Na sessão de segunda-feira, 13, três estavam ausentes e três estão fora do exercício. Logo, como 46 deputados foram contrários, 146 votaram a favor da aprovação da subemenda substitutiva global ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 149/19.

Dos 46 contrários ao texto, a ampla maioria é do PSL. Da ex-legenda do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), 26 rejeitaram a aprovação da redação. Os outros votos são complementados por parlamentares do Novo, PSD, Cidadania, DEM, Podemos, PL, PSC, Republicanos, PP, MDB e PROS.

O presidente da bancada, deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), é um dos que votou pelo “não”. A Frente Parlamentar pelo Livre Mercado defende a liberdade econômica, o ajuste fiscal e o consequente zelo pelos gastos públicos. A proposta aprovada impacta os cofres públicos em R$ 89,6 bilhões e suprime contrapartidas aos estados e municípios para a obtenção dos recursos públicos.

Confira, abaixo, a lista dos deputados que votaram contrário ao substitutivo do Plano Mansueto:

Alê Silva (PSL-MG)
Aline Sleutjes (PSL-PR)
Bia Kicis (PSL-DF)
Bibo Nunes (PSL-RS)
Carlos Jordy (PSL-RJ)
Caroline de Toni (PSL-SC)
Celso Russomanno (Republicanos-SP)
Chris Tonietto (PSL-RJ)
Coronel Armando (PSL-SC)
Coronel Chrisóstmo (PSL-RO)
Daniel Coelho (Cidadania-PE)
Daniel Silveira (PSL-RJ)
Delegado Éder Mauro (PSD-PA)
Dr. Jaziel (PL-CE)
Dr. Luiz Ovando (PSL-MS)
Dra. Soraya Manato (PSL-ES)
Eros Biondini (PROS-MG)
Evair Vieira de Melo (PP-ES)
Filipe Barros (PSL-PR)
General Girão (PSL-RN)
Gilberto Nascimento (PSC-SP)
Gilson Marques (Novo-SC)
Guiga Peixoto (PSL-SP)
Guilherme Derrite (PP-SP)
Heitor Freire (PSL-CE)
Hélio Costa (Republicanos-SC)
Helio Lopes (PSL-RJ)
José Medeiros (Podemos-MT)
Julian Lemos (PSL-PB)
Junio Amaral (PSL-MG)
Kim Kataguiri (DEM-SP)
Luiz Lima (PSL-RJ)
Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP)
Major Fabiana (PSL-RJ)
Marcel van Hattem (Novo-RS)
Marcio Alvino (PL-SP)
Márcio Labre (PSL-RJ)
Nelson Barbudo (PSL-MT)
Paula Belmonte (Cidadania-DF)
Paulo Eduardo Martins (PSC-PR)
Pr. Marco Feliciano (Podemos-SP)
Professor Joziel (PSL-RJ)
Rogério Peninha Mendonça (MDB-SC)
Sanderson (PSL-RS)
Sargento Fahur (PSD-PR)
Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ)

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 Comentários

  1. Que decepção com o partido NOVO…..

    Responder
    • Concordo plenamente! Decepção principalmente com o Paulo Ganime, em quem votei. Não entendi.

      Responder
    • FALTOU A PROFESSORA DAYANE PIMENTEL (PSL/BA) NA LISTA!

      Responder
  2. E o tal do Partido NOVO, já nasceu velho, esse não engana mais o eleitor.

    Responder
  3. Estou de olho é no deputado Domingo Sávio. partido que já esta fudido PSDB

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês