-Publicidade-

‘Pequenos empresários serão muito beneficiados pelo PIX’, diz presidente do BC

Nova plataforma de pagamentos instantâneos brasileira permitirá gestão de fluxo de caixa mais eficiente, segundo Roberto Campos Neto.

Nova plataforma de pagamentos instantâneos brasileira permitirá gestão de fluxo de caixa mais eficiente, segundo Roberto Campos Neto

pix, bc, roberto campos neto
O presidente do Banco Central, Roberto Campos neto. Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR

Com funcionamento previsto para começar em 16 de novembro, o PIX, nova plataforma de pagamentos instantâneos brasileira vai permitir uma gestão de fluxo de caixa mais eficiente, segundo o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto.

“O PIX elimina todo um custo operacional que existe hoje”, enfatizou Campos Neto, durante abertura do evento virtual “Conexão PIX”, promovido nesta quarta-feira, 9, pelo BC.

A facilidade no recebimento de pagamentos e a baixa nos gastos com transporte e segurança de numerário são fatores para a redução de custos. “Entendemos que os pequenos empresários serão muito beneficiados pelo PIX”, continuou o presidente do BC.

Ele ressaltou ainda que o PIX é um dos principais projetos do BC. “As mudanças têm sido intensificadas pela pandemia. Os pagamentos digitais estão crescendo”.

De acordo com Campos Neto, o open banking – o sistema de compartilhamento de dados de clientes, também previsto para o fim deste ano – vai permitir que o “mundo digital se conecte lá na frente”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês