Merkel amplia poderes, e direita denuncia autoritarismo - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 20 nov 2020, 11:21

Merkel amplia poderes, e direita denuncia autoritarismo

20 nov 2020, 11:21

Parlamento aprova medida do governo que torna o Executivo mais forte

Merkel Brexit sem acordo

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel | Foto: Divulgação/ Governo da Rússia

Em meio a protestos que reuniram milhares de manifestantes contra o governo, o parlamento da Alemanha aprovou uma reforma que amplia os poderes da chanceler do país, Angela Merkel. A medida endurece as limitações impostas às pessoas sob a justificativa de “conter o avanço do coronavírus”. O artigo 28 da nova lei estabelece o uso obrigatório de máscara, a suspensão de atividades culturais ou de esporte, a imposição de uma distância física em lugares públicos e a restrição de viagens, bem como a proibição de venda de álcool em lugares abertos. Já o dispositivo número 36 da legislação torna mais rigoroso a entrada na Alemanha de viajantes de zonas de risco.

Conforme a lei, Merkel poderá adotar mais “medidas de proteção”, caso o país supere 50 novos contágios a cada 100 mil habitantes em sete dias. Partidos de oposição, como o direitista Alternativa por Alemanha, criticaram a decisão dos parlamentares (foram 415 votos a favor e 236 contra) aprovada em dois dias, sem amplo debate com os demais membros da Casa. Segundo os integrantes da sigla, que contou com o apoio da legenda de esquerda Die Linke, a nova legislação atenta contra os direitos fundamentais dos cidadãos e não oferece segurança jurídica. Nas redes sociais, internautas comparam a medida com a lei de 1933 que cedeu todos os poderes a Adolf Hitler.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 Comentários

  1. Bom, pelo menos por aqui ainda posso tomar minha cervejinha em casa. Beba em casa.

    Responder
  2. Adolf de saias?

    Responder
  3. A Alemanha está se tornando um novo modelo de ditadura progressista. Infelizmente acredito que a Europa Ocidental está caminhando para esse totalitarismo progressista.

    Responder
  4. Muitos paises estao usando a COVID-19 como desculpa para implementar o tao sonhado reset!

    Responder
  5. ATENÇÃO VAMOS BOICOTAR AS SEGUINTES EMPRESAS QUE CAÍRAM NA LÁBIA DO GRUPO DE EXTREMA ESQUERDA SLEEPING GIANTS
    -CASAS BAHIA
    -POLISHOP
    -MCDONALDS
    -IFOOD
    -NATURA
    -PAYPAL
    -ÁGORAINVESTIMENTOS
    -DOMESTIKABRASIL
    -HOTMART
    -BAYERBRASIL
    -DELLBRASIL
    -BUDWEISER
    -HALLSBRASIL

    Responder
  6. Pobre povo alemão! Caíram no “”conto-do-Covid””!! Quem poderia imaginar NÃO É MESMO?? Mais uma vez irão roubar suas riquezas conquistadas com o trabalho suado de seus antepassados!

    Responder
  7. Vemos que ao contrário do que se diz, as máscaras de fato estão caindo, que são as máscaras da hipocrisia e a ditadura do políticamente correto se impõe, em nome de um combate a uma epidemia, em que os métodos adotados até agora se mostraram um fracasso se insiste no exagero do Lockdown até a exaustão, repetindo os mesmos erros buscando um acerto, para tanto agora se invadem residências para prender médico que expunha em live opinião discordante, pelo menos a China quando prende e desaparece com seus discidentes não o faz em nome da democracia.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Um caso de amor com a tirania

Na França, é cada vez mais evidente o namoro com o autoritarismo sob o disfarce da racionalidade, da competência administrativa, do bem comum, da justiça social

A obsessão da imprensa por Donald Trump

Com o único propósito de ser anti-Trump, a mídia não saberá o que fazer se não puder culpar o bufão laranja por todo o mal que eventualmente venha a acontecer

O Guevara da Daslu

Faça como Doria. Pare diante do espelho, fale meia dúzia de clichês do humanismo de butique e note que você também tem um corpinho de centro-esquerda

A China e a fábula dos pardais

Enquanto o discurso ambientalista foca a Amazônia e as mudanças climáticas, a China segue com suas práticas predatórias e não assume responsabilidades

O gênio e o mito

Maradona não deveria ser uma referência moral para ninguém. Mas é um equívoco não homenageá-lo por seu futebol-arte

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês