Milionário que chamou Xi Jinping de 'palhaço' é condenado a 18 anos de prisão

Edição da semana

Em 22 set 2020, 13:10

Milionário que chamou Xi Jinping de ‘palhaço’ é condenado a 18 anos de prisão

22 set 2020, 13:10

Dura sentença é vista por opositores ao regime como punição e espécie de “aviso” a quem é contra o Partido Comunista Chinês

Xi Jinping

Presidente da China, Xi Jinping | Foto: José Cruz/Agência Brasil

O milionário chinês Ren Zhiqiang, crítico do presidente da China, Xi Jinping, a quem chamou de “palhaço”, foi condenado nesta terça-feira, 22, a 18 anos de prisão.

Ele também terá de pagar uma multa de 4,2 milhões de iuanes (620 mil dólares) por “corrupção”.

LEIA MAIS: “Na ONU, Bolsonaro defende meio ambiente e liberdade religiosa”

O tribunal de Pequim disse que o magnata, de 69 anos, utilizou seu poder para aceitar subornos e desviar dinheiro público. De acordo com as autoridades chinesas, Zhiqiang admitiu a culpa nos crimes de que está sendo acusado e disse que não pretende recorrer.

A dura sentença é vista por opositores ao regime como uma punição e uma espécie de “aviso” a quem é contra o Partido Comunista Chinês.

“Palhaço”

Em março, Ren Zhiqiang publicou na internet uma crítica à resposta das autoridades à epidemia de covid-19, que surgiu em dezembro do ano passado na cidade de Wuhan, na região central da China.

Zhiqiang chamou Xi Jinping de “palhaço” e acusou o governo de reagir com atraso. Em abril as autoridades iniciaram uma investigação por “violação da disciplina”.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. Comunismo raiz.

    Responder
  2. Se a moda pega aqui no Brasil, imaginem quantos terão que ir para a prisão por tecer comentários “elogiosos” aos canalhas vagabundos que integram a pocilga conhecida como “stf”?

    Responder
  3. Esse é o sonho de consumo do stf.

    Responder
  4. A China é o sonho de todo comunista. Prisão de opositores, censura, controle social, controle da informação, excesso de estado e muita, muita, muita canalhice e cara de pau. E as patéticas “confissões” de todo mundo q é preso, tem gente q acredita. Pq os comunistas brasileiros não vão morar no paraíso chinês?

    Responder
  5. Por que os vagabundos do PSol, PCdoB, PT, Rede, PSB, e demais expoentes da esquerdalha não vão morar na China e lamber o saco do Xi Jin Pin?

    Responder
  6. E so olhar na cara desse XiXi ping , palhaço mesmo.Cadê a esquerdalha?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O crime acima de todos

Não é que as instituições estejam funcionando mal, ou passando por alguma anomalia — ao contrário, elas são organizadas de maneira a tornar inevitáveis resultados como o que beneficiou André do Rap

O “cancelamento” contra a arte

Caso a sociedade se submeta a essa versão gourmetizada do stalinismo, nossos filhos e netos não terão o que ler, ouvir ou assistir

A segunda onda de hipocrisia

Em que pesem as comprovações de ineficácia dos lockdowns, enganadores como Emmanuel Macron fingem ter um mapa de bloqueio de contágio

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

O capitalismo pode salvar o mundo?

O sistema não é uma ideologia de laboratório, como o comunismo. É uma força viva, dinâmica, que há milênios se aperfeiçoa na satisfação das necessidades humanas

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês