Ministro do Supremo determina que PF interrogue Weintraub - Revista Oeste

Em 26 Maio 2020, 19:00

Ministro do Supremo determina que PF interrogue Weintraub

26 Maio 2020, 19:00

O ministro da Educação terá de prestar esclarecimentos sobre as declarações e ameaças que fez durante a reunião ministerial de 22 de abril

Ministro terá cinco dias para ser ouvido pela PF | Foto: Marcos Corrêa/PR

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Polícia Federal interrogue o ministro da Educação, Abraham Weintraub, nos próximos cinco dias. O chefe da pasta terá de prestar esclarecimentos sobre as declarações e ameaças que fez durante a reunião ministerial de 22 de abril.

Na ocasião, o ministro defendeu prisão para “vagabundos” e membros da Suprema Corte. “Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”, afirmou Weintraub.

“Diante do exposto, DETERMINO que Abraham Weintraub, atualmente exercendo o cargo de Ministro da Educação, seja ouvido pela Polícia Federal, no prazo máximo de 5 (cinco) dias, para prestar esclarecimentos sobre a manifestação”, escreveu Moraes.

Para o ministro do STF, a fala de Weintraub “não só atinge a honorabilidade e constituiu ameaça ilegal à segurança dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, como também reveste-se de claro intuito de lesar a independência do Poder Judiciário e a manutenção do Estado de Direito”.

Senado

Ontem, segunda 25, o Senado aprovou um requerimento para que Weintraub também preste esclarecimentos sobre as mesmas declarações aos parlamentares. A data deverá ser marcada pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

No domingo 24, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), chegou a defender a demissão de Weintraub do Ministério da Educação. A fala do ministro foi o pior trecho da reunião, segundo o emedebista, que disse isso a Jair Bolsonaro

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 Comentários

  1. Weintraub deveria não só confirmar mas reiterar as suas declarações, como cidadão indignado com os abusos do STF contra a CF.

    Responder
    • Ministro, ache um jeito de explicar mas sem retirar o que disse. Eu e milhões de brasileiros concordamos contigo.

      Responder
    • Ué, falar a verdade agora da processo ?

      Responder
  2. Em sua defesa, o Ministro pode apenas ler as decisões do próprio “Alexandre Hipócrita de Moraes” e citar tantas outras dos incapazes da Corte, como evidencias, provas, de que são os atos do STF que verdadeiramente atentam contra à República, e portanto colocam em risco e ameaçam o Estado de Direito.

    Responder
  3. Parece que este ministro não entendeu, até agora, que ele é um Ministro do STF e não um delegado de policia. E esta sendo usado pela “corte”, como tal. Inocente? Será?

    Responder
  4. Se o chefe do EXECUTIVO nem sequer seus MINISTROS contrapôs Weintraub, até pq há um consenso de que o STF é CONGRESSO estão mesmo pisando na bola, espero q ñ deixem o ministro sozinho, e façam o “empenho. É só elencar as decisões monocráticas inconstitucionais de 1 lado, e de outro dois itens derrubam o congresso: Maia na lista da Odebrecht é tão nefasto, como não votarem a PRISÃO em SEGUNDA instância e fim do foro privilegiado. Será q tem como apressar essa pendenga, que é o CONLUIO entre esses hipócritas?

    Responder
  5. Mais uma vez um integrante do “stf” se intromete no Poder Executivo. É um espanto! Artigo 142 neles!

    Responder
  6. Torço para o ministro dar uma banana para o stf. O careca está atropelando o processo legal (qq advogado sabe o q estou dizendo).

    Responder
  7. Ministro Weintraub sabe muito bem que disse o que muitos brasileiros gostariam de dizer. O STF só se apequena com essas atitudes antidemocráticas.

    Responder
  8. O ministro deve reiterar sua declaração e aproveitar para incluir o congresso na mesma.

    Responder
  9. O povo tem que ficar alerta para pretensas retaliações contra o ministro Weintraub. Ele apenas reverberou o sentimento da maioria do povo brasileiro. Ao menos, dos honestos.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias