MP que libera R$ 8,6 bilhões para combate ao coronavírus é aprovada pela Câmara - Revista Oeste

Edição da semana

Em 12 maio 2020, 17:41

MP que libera R$ 8,6 bilhões para combate ao coronavírus é aprovada pela Câmara

12 maio 2020, 17:41

Metade do dinheiro irá para os Estados e para o Distrito Federal, enquanto a outra metade deverá ser utilizada pelos municípios

O relator Luís Miranda durante sessão da Câmara que aprovou MP que destinou FRM para combate ao coronavírus |
Foto: Najara Araújo / Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira, a medida provisória que liberou os recursos remanescentes do Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para o combate ao coronavírus. O valor total a ser utilizado chega a R$ 8,6 bilhões.

Segundo o texto, metade do dinheiro deverá ser encaminhado a Estados e ao Distrito Federal e a outra metade, a municípios, que deverão usar o que for recebido na compra de materiais de prevenção ao vírus.

Um dos critérios não exclusivos para a distribuição da verba é o número de pacientes infectados pela covid-19 em cada lugar.

O projeto condiciona o repasse ao cumprimento das orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação à doença.

Leia também: “O ataque do covidão – O vírus chinês ressuscitou a indústria da calamidade pública e são concretos os sinais de roubalheira e desperdício no meio da pandemia”

Anteriormente, o texto afirmava que os recursos tinham como “finalidade de proporcionar condições de abertura dos estabelecimentos comerciais”, mas essa parte foi retirada do que foi aprovado na Câmara por, de acordo com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, poder gerar constrangimento entre deputados ligados a governadores

A medida provisória extingue o fundo, que já estava inativo. Criado em 1966, era abastecido com reservas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), usadas para intervenção nos mercados de câmbio e na assistência a bancos e instituições financeiras.

O conteúdo original da MP previa que o dinheiro fosse usado para pagar a Dívida Pública Federal. “O momento em que estamos vivendo é completamente diferente daquele em que a MP foi editada, no ano passado, que tinha como objetivo pagar a dívida. O que se nota é a necessidade de os estados e municípios por recursos”, explicou o relator da matéria, deputado Luís Miranda.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. NO livro O físico de Noah Gordon, o médico vai em direção a uma cidade contaminada pela peste negra. NO caminho passa por uma mesquita , onde estão aglomerada mais de mil pessoas. Bate à porta e pede água e comida. Alguém responde por uma fresta,que estão com medo da peste e que não abrirão a porta para mais ninguém, além de mandá-lo embora. O físico vai para a cidade, onde estão os doentes os tratam com um médico mais velho e termina acometido da peste. O mestre cuida do físico e ele se recupera. Agradece ao ancião e médico que o tratou e volta na sua jornada de aprender a arte da medicina. Na volta bateu à porta da mesquita e não houve resposta. Conseguiu a muito custo abrir a porta e se deparou com todos mortos.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O crime acima de todos

Não é que as instituições estejam funcionando mal, ou passando por alguma anomalia — ao contrário, elas são organizadas de maneira a tornar inevitáveis resultados como o que beneficiou André do Rap

O “cancelamento” contra a arte

Caso a sociedade se submeta a essa versão gourmetizada do stalinismo, nossos filhos e netos não terão o que ler, ouvir ou assistir

A segunda onda de hipocrisia

Em que pesem as comprovações de ineficácia dos lockdowns, enganadores como Emmanuel Macron fingem ter um mapa de bloqueio de contágio

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

O capitalismo pode salvar o mundo?

O sistema não é uma ideologia de laboratório, como o comunismo. É uma força viva, dinâmica, que há milênios se aperfeiçoa na satisfação das necessidades humanas

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês