70 membros da máfia são condenados à prisão na Itália

Esse é o maior julgamento contra a máfia desde o fim dos anos 1980
-Publicidade-
Sala onde acontece o processo envolvendo a máfia calabresa, em Lamezia Terme, na Itália
Sala onde acontece o processo envolvendo a máfia calabresa, em Lamezia Terme, na Itália | Foto: AFP

A Justiça italiana condenou no sábado 6, 70 membros da ‘Ndrangheta — nome do grupo mafioso mais poderoso do país. Esse é o maior julgamento contra a máfia desde o fim dos anos 1980.

O juiz Claudio Paris leu os vereditos contra os acusados na grande sala de audiências da cidade de Lamezia Terme, sul da Calábria, onde é realizado desde janeiro o julgamento contra os supostos membros da ‘Ndrangheta e seus colaboradores.

Ainda há 355 réus para julgar e o processo deve levar mais de dois anos. As investigações duraram anos e culminaram em operações de busca em dezembro de 2019.

-Publicidade-

A ‘Ndrangheta, que atua na região mais pobre da Itália, a Calábria, controla a maior parte da cocaína que chega à Europa.

“Dos 91 acusados, 70 foram condenados”, informou a agência de notícias italiana AdnKronos, assinalando que os absolvidos tinham menos responsabilidades.

Alguns dos mais perigosos receberam a pena máxima, de 20 anos, solicitada pelos promotores. Cerca de um terço do grupo foi condenado a dez anos ou mais.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.