“A União Soviética não morreu”

A URSS paralela tem até passaporte próprio
-Publicidade-
Cartaz com a imagem de Vladimir Lenin
Cartaz com a imagem de Vladimir Lenin

Reportagem do jornal britânico The Times revelou neste domingo, 15, que a União Soviética sobrevive de forma meio clandestina na atual Rússia. E que o grupo de aproximadamente 150 mil membros promete que está “revivendo seus órgãos de poder estatal”.

A URSS cover tem um líder do Soviete Supremo chamado Konstantin Vyatkin, que ironicamente é um empresário. O nome do chefe da KGB não foi revelado. Eles não aceitam que a União Soviética tenha se desintegrado em 15 países independentes em 1991.

A rede divulga pela internet teorias conspiratórias dizendo que o antigo país continua existindo e até vendem “passaportes soviéticos” por 4 mil rublos (equivalentes a 291 reais).  Eles são famosos por não aceitarem ser vacinados e pelo antissemitismo.

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro