-Publicidade-

Alemanha faz acordo por fim de usinas nucleares

Empresas receberão indenização de € 2,4 bilhões pelo encerramento das atividades
A usina nuclear de Philippsburg segue em funcionamento no território alemão
A usina nuclear de Philippsburg segue em funcionamento no território alemão | Foto: Reprodução/Flickr

O governo da Alemanha anunciou nesta sexta-feira, 5, que firmou um acordo com quatro empresas do setor de energia para pagar uma indenização de € 2,4 bilhões — cerca de R$ 16,2 bilhões — pelo fechamento de todas as usinas nucleares que operam no país até 2022. A transição da matriz energética na Alemanha foi estipulada pela chanceler Angela Merkel em 2011, semanas após a catástrofe na usina atômica japonesa de Fukushima. Na época, os planos determinaram a paralisação das oito usinas nucleares mais antigas do país, além do fechamento de outras nove, até 2022. Atualmente, ainda restam seis usinas nucleares em operação no país — elas terão de encerrar as atividades antes do fim de sua vida útil. Devido ao encerramento forçado das operações, algumas empresas decidiram processar o governo alemão. Em 2016, o Tribunal Constitucional da Alemanha deu ganho de causa às operadoras e determinou que elas teriam direito a compensações financeiras pela perda de investimentos e de eletricidade que poderiam produzir. As informações são do DW.

Leia também: “Ministro promete investimento em energia nuclear”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Agora a Alemanha vai usar muito as suas termoelétricas a carvão.
    Isso será possível pois uma inovadora tecnologia, desenvolvida no Brasil, é capaz de eliminar 100% do Pó Preto que as termo emitem para a atmosfera, e já é de conhecimento do Governo Alemão.
    Quem quiser conhecer mais sobre o assunto visite o site sstcleanair.com

  2. Angela Merkel agora poderá enfim tornar pública sua admiração por Putin, dependência total do gás russo, já não poderá mais tecer qualquer tipo de crítica, senão Putin fechará o registro e os alemães morrerão congelados, em relação a poluição embora menor que a do carvão, será muito maior que a nuclear. Pelo visto Angela Merkel trouxe da Alemanha oriental sua subserviência a Putin mais a Stasi, isto não acabará bem aos alemães em especial aos que não são simpáticos a esquerda, pois hoje ser de direita na Alemanha é ser acusado de extremista e sujeito a vigilância no velho estilo Stasi.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.