Alemanha estuda ‘medidas rígidas’ contra ambientalistas

Obras de arte têm sido alvo de ataques de extremistas
-Publicidade-
Ativistas: "Lamentamos... Não gostamos de fazer isso, estamos grudados nessa pintura, nessa pintura magnífica porque temos medo do nosso futuro"
Ativistas: "Lamentamos... Não gostamos de fazer isso, estamos grudados nessa pintura, nessa pintura magnífica porque temos medo do nosso futuro" | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O governo alemão estuda endurecer sanções contra ataques a museus, em resposta à série de protestos de ambientalistas em diferentes países europeus, incluindo a Alemanha.

O Ministério da Justiça avalia como responder a essas manifestações e, caso se verifique que as sanções planejadas atualmente não sejam suficientes, agirá com mais rigidez. O alerta foi feito pelo ministro Marco Buschmann, durante uma entrevista publicada pelo jornal alemão Bild neste domingo, 13.

Em uma sociedade aberta “deve ser possível expressar qualquer crítica”, disse o ministro da Justiça. Mas “quem atacar e colocar em perigo nossos tesouros culturais cruza uma linha vermelha.”

-Publicidade-

Série de ataques de ambientalistas

Desde 14 de outubro, uma série de ataques foram registrados em museus europeus, como o lançamento de sopa de tomate feito por ambientalistas sobre a obra Girassóis de Vicent Van Gogh, na Galeria National, em Londres.

Ativistas de um grupo ambientalista também lançaram uma sopa de verduras contra um quadro de Vincent Van Gogh em exposição em Roma, capital da Itália. O incidente ocorreu em 4 de novembro no Palácio Bonaparte.

Ações semelhantes também aconteceram contra Os Feixes de Claude Monet, no Museu Barberini, na Alemanha.

Também neste ano, em maio, a pintura Mona Lisa, uma das principais atrações do Museu do Louvre em Paris, foi atacada, na qual um visitante jogou um bolo contra a pintura. Em nenhum desses casos as obras foram danificadas.

Leia também: “O vandalismo desumano do Just Stop Oil”, texto publicado na edição 137 da Revista Oeste

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Devemos fazer uma livre e expontânea pressão no Senado. Bando de traidores da pátria. Culpa deles estarmos assim. Se permitissem a cassação de um bandido de toga, talvez, os outros voltassem ao trabalho….

  2. Não vai acontecer absolutamente nada , pois os verdes representados pelo primeiro ministro atual, dao suporte velado essa estupidez. Creio que o inverno vai dar uma boa lição nesses mentecaptos .

  3. Conversa fiada.Todo mundo sabe que esses “ambientalistas” são protegidos por esses governos, que abaixam até ao chão para a agenda 2030.

  4. Vivemos em uma sociedade em que ineptos cognitivos confundem liberdade com agressoes fisicas, culturais….. . Quando os agredidos começarem a dar respostas no estilo medieval, com certeza os covardes irao desaparecer.

  5. A Esquerda, uma vez no Poder, não sai. Falta de aviso não foi. Eu me lembro. Os militares “das antigas” fizeram de tudo pra não deixar o comunismo invadir este país. A Esquerda foi por trás e convenceu o povo, na surdina. Começaram a se latejar do Regime Militar, até que os militares se aborreceram de tanta humilhação, e entregaram o Poder para estes que agora estão. Não tem quem faça a Esquerda sair do Poder, porque a Esquerda é mais forte do que wse pode imaginar. A Esquerda é um movimento mundial, não se restringindo a nenhuma Nação, especificamente. Por isso, é forte.

  6. Penso que estes ambientalistas são veganos e vivem suas vidas sem se importar com a tecnologia e outros avanços do conhecimento humano; pregam uma vida primitiva, na qual o ser humano, à moda cínica em Filosofia, se dispõe às intempéries da vida material. Se for assim, consinto, é justo. O que eu abomino é pregar uma coisa e fazer outra, à moda cínica em Realidade.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.