Ambientalistas vandalizam mais três obras de arte

Ação foi na Itália, França e Noruega
-Publicidade-
Uma das obras vandalizadas na sexta-feira foi o carro pintado por Warhol | Foto: Reprodução/Twitter
Uma das obras vandalizadas na sexta-feira foi o carro pintado por Warhol | Foto: Reprodução/Twitter

Ambientalistas fizeram três ataques a obras de artes na sexta-feira 18, seguindo uma série iniciada há meses por um grupo que se chama Last Generation (Última Geração), para protestar contra as mudanças climáticas. As ações ocorreram em Milão, Paris e Oslo, a capital da Noruega.

A primeira das três ações do grupo foi cobrir com farinha um carro pintado por Andy Warhol, em exibição numa exposição em Milão, Itália. Os ativistas jogaram cerca de oito quilos de farinha sobre o veículo. Alguns, se colaram às ​​janelas do carro. “Não haverá mais comida nem água, há um colapso ecológico em curso!”, gritou um deles antes que pudesse ser controlado pelos guardas da sala.

Vários foram arrastados para fora do local, como pode ser conferido no vídeo que viralizou nas redes sociais.

-Publicidade-

Horas depois, em Paris, outro grupo de jovens militantes do mesmo movimento, pintou de laranja uma escultura de Charles Ray, Horse and Rider, localizada no espaço público da Bolsa de Valores de Paris, que abriga a coleção do bilionário François Pinault.

O terceiro ato de vandalismo na sexta-feira foi na capital norueguesa: esculturas do Vigeland em Oslo foram atacadas, também com tinta laranja.

A lista de ataques dos ambientalista é extensa, incluindo obras de Klimt, Monet, Van Gogh, Goya.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. Do jeito que as coisas andam, daqui um tempo as pessoas vão desejarem morar na Rússia ou no Catar, por essas bandas essa tal cultura Woke não tem vez, é cassete e cadeia para esses vagabundos!

  2. Está em curso o maior de todos os enganos já perpetrados, a tentativa de destruir a história do mundo ocidental. E o melhor de tudo é a geração dos idiotas úteis, que nada fazem de real pela causa ambiental, mas querem causar. Só uma coisa a dizer – Que tistreza!!!

    1. salvando o mundo KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      como se vandalizar algo fosse salvar o mundo de algo, no máximo vão ser presos por burrice, acorda p vida nerdola.

  3. Em devidas proporções, o Brasil também tem seus “ativistas ambientais”. A grande diferença é que na Europa, a justiça funciona. Juízes não almoçam com políticos e nem estipulam multas de 100.000 a hora. Viva a Justiça Tupiniquim!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.