América: números da covid-19 são os mais baixos em mais de um ano

'Temos motivos para estar otimistas, mas devemos permanecer vigilantes', disse diretor-assistente da Opas
-Publicidade-
Pessoas caminham em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro | Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Pessoas caminham em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro | Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), informou nesta quarta-feira, 27, que na semana passada os números de casos e óbitos de covid-19 nas Américas foram os menores em mais de um ano.

“Temos motivos para estar otimistas, mas devemos permanecer vigilantes”, disse o diretor-assistente da Opas, Jarbas Barbosa. Segundo ele, a pandemia está recuando lentamente na maior parte do continente.

-Publicidade-

Barbosa defendeu a continuidade de medidas de saúde pública, como o uso de máscaras, distanciamento social e limitação de grandes reuniões, especialmente porque muitos países ainda estão se esforçando para expandir a cobertura de vacinação.

Quase 44% das pessoas na América Latina e no Caribe completaram sua imunização contra a covid-19, em grande parte graças a doações, feitas bilateralmente ou por meio do consórcio Covax, liderado pela OMS.

“Hoje, o dobro de pessoas na América Latina e no Caribe estão totalmente vacinadas contra a covid-19 do que em agosto”, completou Barbosa.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.