Após conflito, Índia e China concordam em diminuir tensão na fronteira

O ministro das Relações Exteriores da Índia, S. Jaishankar, conversou com diplomatas chineses e protestou contra o conflito na fronteira entre os países
-Publicidade-
O ministro das Relações Exteriores da Índia, S. Jaishankar | Foto: State Department photo/Ron Przysucha
O ministro das Relações Exteriores da Índia, S. Jaishankar | Foto: State Department photo/Ron Przysucha | Índia - protestou - diplomatas - chineses

O ministro das Relações Exteriores da Índia afirmou que conflito aconteceu por culpa das tropas chinesas

Índia - protestou - diplomatas - chineses
O ministro das Relações Exteriores da Índia, S. Jaishankar | Foto: State Department photo/Ron Przysucha

O ministro das Relações Exteriores da Índia, S. Jaishankar, conversou com diplomatas chineses e protestou contra o conflito na fronteira entre os países que deixou 20 soldados indianos mortos.

-Publicidade-

De acordo com a agência de notícias Reuters, Jaishankar afirmou que o conflito aconteceu porque tropas chinesas estavam construindo estruturas em território que é controlado pela Índia.

Como forma de diminuir as tensões, ambos os lados concordaram em não tomar nenhuma ação que possa aumentar a tensão e que o objetivo é “garantir a paz e a tranquilidade”, conforme comunicado.

Em 1962, a Índia e a China chegaram a entrar em guerra por conta de não concordância sobre a fronteira entre os dois países. Atualmente, as duas nações possuem armas nucleares.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.