Após polêmica por encerrar investigação, Biden pede para apurar a origem do coronavírus

O presidente solicitou 'esforços redobrados' da inteligência dos EUA; antes, pôs fim aos trabalhos iniciados no governo anterior
-Publicidade-
Ex-secretário que conduzia investigação encerrada se queixa nas redes
Ex-secretário que conduzia investigação encerrada se queixa nas redes | Foto: Reprodução/YouTube

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, solicitou nesta quarta-feira, 26, uma nova investigação sobre a gênese do coronavírus. O pedido foi feito horas depois da publicação de uma reportagem da CNN norte-americana. A matéria garantiu que o democrata encerrou um procedimento voltado a apurar a origem da covid-19. Os trabalhos eram capitaneados pelo ex-secretário de Estado do país Mike Pompeo, que se queixou no Twitter na manhã de hoje: “Biden está do lado da China, da OMS e da mídia liberal sobre o vírus de Wuhan […] fechando a investigação da origem da pandemia que eu comecei.” O motivo para o fim das atividades liderados pelo ex-chanceler foi a suposta qualidade ruim do trabalho.

“O que a China e Anthony Fauci têm a ver com a origem do coronavírus?”

“Pedi à comunidade de inteligência para redobrar os seus esforços de modo a coletar e analisar a informação que pode nos deixar mais perto de uma conclusão definitiva sobre o coronavírus, e para responder em 90 dias”, informou Biden, em comunicado emitido pela Casa Branca. O chefe do Executivo revelou, ainda, que duas agências consultadas propõem duas versões acerca de como surgiu a covid-19: uma assegura que o vínculo é animal; a outra, que o microrganismo veio de um laboratório da China. “Os EUA também continuarão trabalhando com parceiros com ideias semelhantes para pressionar a China a participar de uma investigação internacional completa”, disse o presidente.

-Publicidade-

“A fraqueza explícita diante do adversário”

Segundo uma reportagem do The Wall Street Journal publicada no último domingo, três funcionários do Instituto de Virologia de Wuhan (WIV, na sigla em inglês), na China, foram hospitalizados ainda em novembro de 2019. Embora não sejam conhecidos os motivos que levaram os pacientes a procurar ajuda médica, isso poderia ser um indício de que o coronavírus tenha escapado do laboratório.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. E aqui só se fala de 5G Huwaei. Do jeito que vamos só poderemos apanhar feio e depois disso bradar que temos orgulho em sermos brasileiros. FORA CHINA!

  2. Impressionante. Se o Trump ainda estivesse na Casa Branca, provavelmente a culpa da China já estaria mais do que consolidada e nós não estaríamos lambendo as botas desse escroque Wang Wanming.

  3. se ele não investigar e outros descobrirem que foi culpa do pcch fica feio pra eles.. agora se eles investigarem podem garantir que a culpa não foi do pcch,

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site