Arábia Saudita solta mulher presa há três anos por defender o direito de dirigir

Loujain al-Hathloul foi condenada a seis anos de prisão; a execução da pena foi encurtada em dois anos e dez meses

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Loujain al-Hathloul se opõe às lideranças sauditas
Loujain al-Hathloul se opõe às lideranças sauditas | Foto: Reprodução/Facebook

A Arábia Saudita libertou ontem, quarta-feira 10, uma ativista que defendia o direito de as mulheres dirigirem carros — ela estava presa desde maio de 2018. Loujain al-Hathloul, de 31 anos, foi condenada a seis anos de prisão por ter, segundo a Justiça saudita, violado as leis antiterrorismo do país e posto em risco a unidade nacional. Além de defender o direito das mulheres de dirigir, ela também era contrária ao regime de “tutela masculina” da Arábia Saudita. A execução da pena foi encurtada em dois anos e dez meses; no entanto, ela ainda está proibida de viajar pelos próximos cinco anos. À época, Loujain foi presa junto com outras ativistas pelos direitos das mulheres. Quando o caso dela foi transferido para um tribunal especializado em terrorismo, as autoridades divulgaram parte das acusações. A Justiça afirmava que ela pedia o fim da tutela masculina e estava em contato com grupos de direitos humanos, ativistas sauditas no exterior, diplomatas estrangeiros e jornalistas de outros países.

A Arábia Saudita permitiu que mulheres dirigissem carros a partir de junho de 2018.

Leia também: “The Line: a cidade, reinventada”, reportagem de Dagomir Marquezi publicada na Edição 46 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. A Arábia Saudita errou muito ao deixar as mulheres dirigirem. Elas não sabem dar marcha-a-ré e quando querem virar à esquerda ligam a seta pra direita.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.