As crianças estão sendo educadas para se sentirem indefesas

É o que argumenta Frank Furedi, em artigo publicado na Edição 70 da Revista Oeste
-Publicidade-
Frank Furedi critica o modo como as crianças estão sendo tratadas
Frank Furedi critica o modo como as crianças estão sendo tratadas | Foto: Shutterstock

Em artigo publicado na Edição 70 da Revista Oeste, Frank Furedi argumenta que as crianças estão sendo educadas para se sentirem indefesas. Segundo o colunista, a medicalização da vida dos jovens se intensificou durante a pandemia de coronavírus, e a sociedade, involuntariamente, envia o sinal de que espera que eles sejam impotentes e vulneráveis.

Leia um trecho

“Um dos trágicos resultados da pandemia de covid é que a ideia de que as crianças provavelmente terão problemas de saúde mental passou a ser considerada normal em todo o Ocidente. Em discussões públicas, setores da estrutura educacional e a indústria de saúde mental posicionam os jovens como frágeis e indefesos por definição. Ao escrever sobre ‘o golpe psicológico da pandemia’, o jornal The Sunday Times indicou que não é preciso muito para fazer um jovem de 17 anos chorar. O artigo insistiu que a covid disseminou uma ‘epidemia de medo’ entre os adolescentes e pintou um quadro da existência infernal deles trancados, com sua saúde mental deteriorada.

-Publicidade-

Embora a intenção desses artigos sem dúvida seja abordar as preocupações quanto ao impacto adverso dos lockdowns, eles também, de seu modo, contribuem para o impacto dos lockdowns. Isso porque eles são alarmistas. Eles promovem a ansiedade. E estão estimulando as pessoas, especialmente os jovens, a pensar e vivenciar o lockdown em termos de doença mental.”

Gostou? Dê uma lida no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 70 da Revista Oeste vai além do artigo de Frank Furedi sobre a maneira como as crianças estão sendo tratadas durante a pandemia. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Silvio Navarro, Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino, Afonso Marangoni, Dagomir Marquezi, Daniel Ben-Ami e Fábio Matos.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro