Bélgica libera entrada de brasileiros vacinados, exceto com a CoronaVac

Imunizante chinês ainda não obteve certificação da agência reguladora da União Europeia
-Publicidade-
Atualmente, a EMA aceita apenas vacinas da Pfizer, da Moderna, da AstraZeneca e da Janssen
Atualmente, a EMA aceita apenas vacinas da Pfizer, da Moderna, da AstraZeneca e da Janssen | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo da Bélgica autorizou nesta sexta-feira, 3, a entrada de turistas brasileiros. Quem estiver totalmente vacinado, poderá visitar o país mediante a apresentação do certificado de imunização, que pode ser emitido através do site oficial do Sistema Único de Saúde. O ciclo vacinal tem de estar completo há pelo menos 14 dias antes da viagem, com imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês).

Atualmente, a EMA aceita apenas vacinas da Pfizer, da Moderna, da AstraZeneca e da Janssen. A chinesa CoronaVac ainda não obteve certificação da autarquia reguladora estrangeira. Além disso, o teste PCR para a covid-19 continua sendo obrigatório no primeiro ou segundo dia após o desembarque, com a necessidade de quarentena durante a espera pelo resultado. Sendo negativo, o passageiro está livre para circular por todo o território belga.

Leia também: “O escândalo do passaporte sanitário”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 54 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro