Revista Oeste - Eleições 2022

Biden pede que Congresso aprove ajuda de US$ 33 bilhões à Ucrânia

Maior parte do valor vai ser destinada a recursos militares na luta contra a invasão russa
-Publicidade-
Biden diz que custo pode ser ainda maior se EUA não agirem contra a Rússia
Biden diz que custo pode ser ainda maior se EUA não agirem contra a Rússia | Foto: Reprodução/YouTube

O presidente norte-americano Joe Biden pediu nesta quinta-feira, 28, que o Congresso do país aprove uma nova ajuda à Ucrânia na batalha contra a invasão russa.

Deste montante, US$ 20 bilhões devem ser destinados a suporte militar. De resto, US$ 8,5 bilhões vão reforçar a ajuda econômica aos ucranianos e os US$ 3 bilhões restantes vão ser aplicados em frentes humanitárias.

O último pedido aprovado pelo Congresso dos Estados Unidos aconteceu em março, no valor de US$ 13,5 bilhões.

-Publicidade-

Em carta à presidente da Câmara, Nancy Pelosi, Biden manifestou o caráter preventivo no investimento contra a ofensiva da Rússia na região.

“O que quero deixar claro ao Congresso e ao povo norte-americano é o seguinte: o custo dessa luta não é barato, mas ceder à agressão será mais caro se permitirmos que isso aconteça. Devemos apoiar o povo ucraniano enquanto eles defendem seu país, enquanto os russos continuam suas atrocidades na Ucrânia.”

A nova assistência militar norte-americana inclui mísseis antitanque, sistemas antiaéreos, veículos blindados, aparato de inteligência, entre outros recursos.

Além do pedido de aprovação à ajuda financeira, Biden vai encaminhar ao Congresso medidas para permitir que o país expanda o cerco aos oligarcas russos ligados ao presidente Vladimir Putin. O pacote inclui o confisco de propriedades ligadas ao governo russo, para que os EUA usem os recursos capturados para apoiar a Ucrânia.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Isso significa que as sansões econômicas não surtiram efeito? Os acionistas das indústrias bélicas dos EUA e outros envolvidos estão lucrando como nunca!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.