Biden põe crítico do Google em divisão antitruste do governo

Jonathan Kanter já atuou em processo contra a big tech
-Publicidade-
A relação do presidente dos EUA com as <i>big techs</i> está abalado
A relação do presidente dos EUA com as big techs está abalado | Foto: Adam Schultz/White House

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, planeja nomear Jonathan Kanter, crítico do Google, como chefe da divisão antitruste do Departamento de Justiça dos EUA. A informação foi publicada pela Casa Branca, na terça-feira 20. Entre outras funções, Kanter terá de aplicar a lei de concorrência da Casa Branca. Conforme noticiou a Revista Oeste, a medida visa minar os poderes de grandes corporações em território norte-americano. Críticos sustentam que Biden está tentando interferir na liberdade de mercado.

“Trata-se de um defensor do esforço de promover políticas fortes e significativas de concorrências e fiscalização antitruste”, comunicou o Poder Executivo, em nota divulgada à imprensa. Kanter se manifesta contra políticas adotadas por grandes empresas de tecnologia e já travou um embate com a Alphabet ao representar companhias como o Spotify e a Yelp, que acusam o gigante de buscas na internet de práticas anticoncorrenciais. Para o especialista assumir o cargo, será necessária a aprovação do Senado.

Ordem executiva de Biden

-Publicidade-

Um dos dispositivos do novo mecanismo pode reduzir o poder das big techs. Ao assinar a ordem executiva que estabeleceu a barreira, Biden se manifestou na direção oposta à “concentração da economia.” Gary Shapiro, executivo-chefe da Consumer Technology Association, entidade que representa a Apple, o Facebook e o Google, defendeu as big techs e criticou a ação do Poder Executivo: “Elementos desta ordem executiva ameaçam nossa liderança global e sucesso conquistado a duras penas.” O movimento de Biden deixou sua base surpresa, pois os conglomerados de mídia apoiaram sua campanha em 2020.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Hummm… sei não… Tem dente de coelho nessa jogada, o que a esquerda quer é ter o controle TOTAL dessas mídias. É um jogo! Não engana ninguém…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site