Bolsonaro sugere a presidente turco visita conjunta à Rússia

O presidente brasileiro citou a inclusão de outros líderes na missão com o objetivo de convencer Moscou a encerrar a guerra
-Publicidade-
Ministro turco Mevlüt Çavuşoğlu, em encontro com o presidente Bolsonaro na última semana em Brasília
Ministro turco Mevlüt Çavuşoğlu, em encontro com o presidente Bolsonaro na última semana em Brasília | Foto: Reprodução/MRE Turquia

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sugeriu organizar uma visita conjunta à Rússia com Recep Ergogan, presidente da Turquia.

A informação foi divulgada pelo ministro turco das Relações Exteriores, Mevlüt Çavuşoğlu, em entrevista a jornalistas no domingo, 1º, e publicada pelo jornal Gazete Vatan, de Istambul. Çavuşoğlu visitou Brasília em 24 e 25 de abril e foi recebido por Bolsonaro.

Segundo a publicação, o presidente brasileiro sugeriu a inclusão de outros líderes na missão. O objetivo seria convencer Vladimir Putin a encerrar a guerra na Ucrânia.

-Publicidade-

“O presidente brasileiro Bolsonaro disse que está pronto para organizar uma visita conjunta a Moscou com alguns líderes importantes do país se o presidente Erdogan concordar. ‘Gostaríamos de contribuir com seus esforços’”, disse Çavuşoğlu. “Respondemos que faríamos um estudo e daríamos um retorno”, completou.

Bolsonaro expressou apreço pelos esforços da Turquia em mediar uma solução pacífica para acabar com a guerra Rússia-Ucrânia, disse o ministro.

O chanceler turco visitou seis países latino-americanos no final de abril. Além do Brasil, esteve no Uruguai, Equador, Colômbia, Venezuela e Panamá. Disse aos jornalistas que acompanharam suas visitas que o Brasil e a Venezuela “estão em boas relações com a Rússia” e concordam que “a guerra tem de parar”, disse o chanceler turco.

Çavuşoğlu afirmou que, enquanto a guerra durar, bombardeios russos a alvos ucranianos vão continuar. Disse que Erdogan conversa com frequência com Putin e com Volodymyr Zelensky, da Ucrânia, sobre um cessar-fogo.

“O único objetivo do nosso presidente é parar a guerra e unir os dois líderes. Continuamos nossos esforços sinceramente”, concluiu.

Visita do ministro turco

Um dos objetivos da visita de Çavuşoğlu à América Latina foi a discussão de pedidos de extradição para a Turquia de integrantes da fraternidade islâmica Gülen. O governo refere-se ao movimento como uma organização terrorista, de oposição de Erdogan.

Há pedidos para o Brasil enviar cinco supostos aliados da entidade. No início de abril, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou a extradição do empresário Yakup Sagar. Ele é acusado na Turquia de “tentativa de destruir o Estado”. O ministro do STF Alexandre de Moraes, relator do pedido, afirmou ser caso de indeferimento completo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

16 comentários Ver comentários

  1. Claro que não vão entregar os supostos meliantes para a Turquia… Tudo que ajude o presidente eles serão contra. Quanto ao Putin, acho difícil ele retroceder. O cara é teimoso.

  2. Do alto da minha ignorância, sugiro chamar a Hungria, EAU, Israel talvez, India e Africa do Sul. O Putin vai ter uma excelente desculpa para dar um tempo e se reagrupar. De quebra, dá-se uma porrada nos esquerdistas americanos.

  3. Se diversos líderes do mundo conseguirem se reunir com o Putin, penso que seria uma ótima iniciativa para o cessar fogo. Óbvio que não irão lá para pedir pro Putin parar o que iniciou, mas sairiam de lá com um discurso muito mais elaborado e forte para que os EUA e OTHAN cessem essa guerra. Há um ditado que aprendi desde pequeno : “Quando 1 não quer, 2 não brigam”. A OTHAN + EUA querem a guerra.. e culpam apenas a Russia de querer. A pressão pelo fim desse conflito está apenas do lado Russo… ninguém força a OTHAN+EUA para que parem essa guerra. Então.. vejo que se um grupo de países juntos, sinalizarem que para encerrar essa guerra AMBOS os lados precisarão ceder.. haverá esperança.

  4. OS UNICOS GANHADORES DESSA GUERRA SÃO OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA!

    O resto do mundo paga a conta…uns com mortes outros com inflação e fome.
    TODOS NÓS já sabiamos que os democratas roubaram as eleições para FAZER PROVOCAÇÕES, ILAÇÕES/INVENCIONÍCES E provocar conflitos.
    TODOS SABÍAMOS!
    Eu mesmo avisei …..antes e durante as eleições Norte Américanas.
    “”Se os democrtas ganharem ..em uma ano provocarão conflitos no Oriente Médio. Vocês não perceberam que diminuiu em muito, aquelas picuinhas entre judeus e palestinos na era Trump?!”

  5. Então deixem me ver se eu entendi bem isso daí. Eles vão em Moscou se reunir com o Putin e pedir para ele acabar com o conflito de uma forma assim, unilateral? Estão de brincadeira? E como fica a Rússia nesse entrevero todo aí, provocado por aquele sacripanta e sonolento João Bidê? Quem vai pagar pelo prejuízo? Um consórcio norte-americano e europeu? E como vão ficar a situação dos terrítórios já ocupados? E as vítimas, como ficam? Será que o Bolsonaro está querendo “sentar na mesa do Putin” como disse o cachaceiro Nove Dedos e depois de umas e outras mandar o Putin parar com aquilo? Estárá ele indo na conversa daquela besta quadrada?

  6. Espero que não aconteça da mesma forma que aconteceu com o Irã.
    Na época o então presidente Lula estava a frente de uma negociação com o Irã sobre a produção de enriquecimento de urânio e a visita de inspetores da ONU.
    Barak Obama se intrometer, afastou o Brasil das negociações, nos tratou como pais de terceira categoria.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.