Casa Branca confirma doação de 500 milhões de doses, mas Brasil deve ficar de fora

Acordo com a Pfizer prevê distribuição para países mais pobres, como Afeganistão, Síria e nações africanas
-Publicidade-
O presidente dos EUA, Joe Biden, vai anunciar oficialmente a doação de 500 milhões de doses da vacina contra a covid-19 durante reunião do G7
O presidente dos EUA, Joe Biden, vai anunciar oficialmente a doação de 500 milhões de doses da vacina contra a covid-19 durante reunião do G7 | Foto: Adam Schultz/Casa Branca

O governo dos Estados Unidos confirmou nesta quinta-feira, 10, que comprará 500 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 e fará doação para 92 países pobres até junho de 2022. Como Oeste registrou ontem, a informação havia sido publicada inicialmente pelo jornal The Washington Post.

Segundo a Casa Branca, os imunizantes serão entregues por meio do consórcio global Covax Facility, da Organização Mundial da Saúde (OMS), e destinados a países de “renda baixa”, entre os quais Afeganistão, Síria e nações africanas. A ideia do presidente norte-americano Joe Biden é anunciar a medida durante a reunião do G7, nesta semana, no Reino Unido.

-Publicidade-

Leia mais: “EUA vão comprar 500 milhões de doses da vacina da Pfizer para doar a outros países”

Pelo menos neste primeiro momento, o Brasil deve ficar de fora da lista dos países que receberão essas vacinas. O país integra o Covax, mas é considerado como de renda “média” e tem capacidade de comprar imunizantes. A Argentina e outros países da América do Sul estão na mesma situação.

“O objetivo da doação é salvar vidas e encerrar a pandemia, e isso fornecerá o fundamento de ações adicionais a serem anunciadas nos próximos dias”, informou a Casa Branca em um comunicado oficial.

“Nossa parceria com o governo dos EUA ajudará a levar centenas de milhões de doses de nossa vacina aos países mais pobres do mundo o mais rapidamente possível”, afirmou o executivo-chefe da Pfizer, Albert Bourla.

Leia também: “Após polêmica por encerrar investigação, Biden pede para apurar a origem do coronavírus”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site