Chile reabre fronteiras para imunizados a partir de 1º de outubro

Viajantes internacionais deverão cumprir uma quarentena de pelo menos cinco dias antes de começarem a circular pelo país
-Publicidade-
Chile vai permitir entrada de viajantes internacionais imunizados contra a covid-19
Chile vai permitir entrada de viajantes internacionais imunizados contra a covid-19 | Foto: PLLANCAO/ Pixabay

As autoridades sanitárias do Chile anunciaram nesta quarta-feira, 15, que o país reabrirá suas fronteiras para viajantes internacionais que estiverem totalmente vacinados contra a covid-19 a partir do dia 1º de outubro.

Mesmo assim, eles ainda deverão cumprir uma quarentena de pelo menos cinco dias antes de começarem a circular pelo país.

Leia mais: “Chile libera injeção da CoronaVac para crianças a partir de 6 anos”

-Publicidade-

Serão aceitos todos os imunizantes que vêm sendo aplicados no Brasil — Pfizer, AstraZeneca, Janssen e CoronaVac —, mas será necessário validar os comprovantes de vacinação com as autoridades chilenas. Esse processo pode levar até um mês e deve ser feito pelo site do governo do Chile.

Visitantes que não tiverem tomado as duas doses da vacina ou a dose única da Janssen não serão autorizados a entrar no país, de acordo com o Ministério da Saúde chileno, salvo por razões humanitárias.

Leia também: “Chile aplicará dose extra em vacinados com a CoronaVac”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro