China ameaça boicotar a Austrália

Austrália quer uma investigação independente sobre a origem do coronavírus.
-Publicidade-
Foto: Patty Jansen/Pixabay
Foto: Patty Jansen/Pixabay | Austrália China

Governo australiano quer investigação imparcial e independente sobre a origem da covid-19, que teve os primeiros casos registrados na China

Sidney, Austrália
Ópera de Sydney, na Austrália | Foto: Patty Jansen/Pixabay
-Publicidade-

O embaixador da China na Austrália, Cheng Jingye, ameaçou ontem um boicote chinês aos produtos australianos em entrevista ao jornal The Australian Financial Review.

A ameaça surge como resposta ao governo do primeiro-ministro australiano, o conservador Scott Morrison, que pediu que a Organização Mundial da Saúde (OMS) lance uma investigação independente sobre a origem da covid-19, que teve os primeiros casos registrados em Wuhan, na China.

A China é o maior comprador de produtos australianos, como minério de ferro, ouro, vinho e carne bovina. Somente em 2019, os chineses importaram mais de US$ 98,2 bilhões em produtos da Austrália.

Como informa a Gazeta do Povo, a chanceler da Austrália, Marise Payne, reagiu à ameaça chinesa e afirmou: “Rejeitamos que uma coerção econômica seja resposta apropriada a um pedido [de investigação sobre a origem do novo coronavírus], quando aquilo de que precisamos é cooperação global”.

O Ministério das Relações Exteriores da China também reagiu ao pedido de investigação da Austrália. “Algumas pessoas estão tentando exagerar. O pedido para investigação é inconsistente e ocorre em meio a uma atmosfera internacional de cooperação. Essas manobras políticas não serão bem-sucedidas”, protestou o governo chinês.

Nas últimas semanas, a imprensa internacional noticiou que a China está censurando estudos sobre a origem do coronavírus realizados no país. O prêmio Nobel e descobridor do HIV, Luc Montagnier, afirmou que o coronavírus foi criado em laboratório; o governo americano também desconfia disso.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site