Com futebol, Brasil leva três ouros em Tóquio em menos de 24 horas

Este é o bicampeonato olímpico da seleção, que conquistou o inédito ouro na Rio 2016
-Publicidade-
Final entre Brasil e Espanha | Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Final entre Brasil e Espanha | Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Pela primeira vez na história, o Brasil ganhou três medalhas de ouro em Olimpíadas. Neste sábado, penúltimo dia dos jogos de Tóquio, os brasileiros foram vitoriosos no futebol, no boxe e na canoagem. Agora, o Brasil tem sete ouros, equiparando com a marca da Rio 2016. No ranking geral, o país está em 12º lugar.

No futebol, o Brasil venceu a Espanha por 2 a 1 na prorrogação. O gol decisivo foi feito por Malcom aos dois minutos do segundo tempo da prorrogação, depois de Matheus Cunha e Oyarzabal marcarem no tempo normal. Este é o bicampeonato olímpico da seleção, que conquistou o inédito ouro na Rio 2016.

Leia mais: “Bolsonaro sanciona projeto que possibilita transformar clubes de futebol em empresa”

-Publicidade-

O brasileiro Hebert Conceição conquistou a medalha de ouro na categoria até 75kg do boxe. Ele venceu a decisão do ouro contra ucraniano Oleksandr Khyzniak, campeão mundial de 2017, por nocaute no terceiro assalto. O brasileiro perdeu os dois primeiros rounds, mas conseguiu derrubar o rival no terceiro para garantir o título.

Já Isaquias Queiroz levou, na baía de Tóquio, o ouro na prova do C1 1000m da canoagem velocidade, com o tempo de 4m04s408. O baiano de 27 anos é o atual campeão mundial da distância.

Novas chances de medalhas de ouro

O recorde pode crescer neste domingo, 8, com duas chances de ouro. O Brasil está na final do vôlei feminino contra os Estados Unidos, à 1h30 (de Brasília). No boxe, Beatriz Ferreira está na decisão da categoria até 60kg com a irlandesa Kellie Anne Harrington, às 2h.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. 33 atletas brasileiros não têm o esporte como único trabalho. Muitos atletas treinam sem condições nenhuma e até em terreno baldio (lançamento de disco)ou em açudes(natação). Futebol não pode entrar nesta conta , pois são todos TODOS jogadores jogando em times europeus e asiáticos ganhando fortunas por mês , como outros do Vôlei e Handebol. Outros tantos só contaram com o Programa de Alto Rendimento para Atletas criados pelas Forças Armadas. Marcello Magalhães é o terceiro secretário de Esporte no governo federal em pouco mais de um ano. Antes de Décio Brasil, o posto foi ocupado por Marco Aurélio Vieira, de janeiro a abril.
    Antes de assumir o cargo de secretário Especial de Esporte, Marcello Magalhães foi diretor do Escritório de Governança do Legado Olímpico, entidade também vinculada ao Ministério da Cidadania, e que tem como função o gerenciamento das estruturas usadas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicios do Rio de Janeiro 2016, como as arenas esportivas e o Parques TUDO ISSO ATÉ HOJE ABANDONADO. O Presidente não fez nenhum manifesto sobre os atletas que ganharam medalhas, nenhum.

    1. Nas Olimpíadas de Tóquio, 242 competidores brasileiros são bolsistas integrantes do programa Bolsa Atleta. Eles representam 80% dos 302 atletas que compõem a delegação do Brasil nos Em 2021, a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania divulgou uma lista recorde de contemplados pelo Bolsa Atleta. São 7.197 nomes, com 5.560 de representantes de modalidades olímpicas e outros 1.637 de modalidades paralímpicas, com um investimento previsto de R$ 97,6 milhões. O programa de patrocínio direto do Governo Federal repassou R$ 5,11 milhões para nove dos dez medalhistas nacionais desde 2005. Mas legal mesmo foi em 2016 que sediamos as Olimpíadas e tivemos menor número de medalhas que as já conquistadas em 2021, com custos estratosféricos e obras inacabadas até os dias de hoje. Construíram elefantes brancos e agora o problema é o Bolsonaro se manifestar???!!!! Aliás, se você procurar no Twitter vai ver que o presidente já se manifestou a respeito das Olimpíadas em diversas ocasiões, mas o que dá Ibope é reclamar do Bolsonaro….

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro