Companhia aérea paquistanesa suspende voos do Afeganistão

Pakistan International Airlines afirma que o Talibã impôs ‘condições inviáveis’ à empresa
-Publicidade-
Pakistan International Airlines deixará de operar no Afeganistão
Pakistan International Airlines deixará de operar no Afeganistão | Foto: Reprodução/Redes sociais

A Pakistan International Airlines (PIA) anunciou nesta quinta-feira, 14, que suspendeu os voos para o Afeganistão em virtude de condições inviáveis impostas pelo Talibã. Segundo a companhia aérea, as relações com os fundamentalistas pioraram desde a formação do novo governo afegão.

“A PIA e seu grupo de funcionários em Cabul foram tratados de forma muito dura pelos novos comandantes do Talibã”, informou a empresa em comunicado. “Os líderes têm mudado os regulamentos e as permissões de voo nos últimos momentos em vez de cumprir as regras internacionais.”

A companhia aérea retomou os voos para a capital do Afeganistão em 13 de setembro, quase um mês depois que o Talibã assumiu o controle do país.

-Publicidade-

Leia também: “A tragédia do Afeganistão envergonha o Ocidente”, artigo de Tim Black, da Spiked, publicado na Edição 73 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.