Conselheiro de Zelensky critica falas de Lula sobre guerra na Ucrânia

Ucraniano afirmou que político brasileiro reproduziu 'tentativas russas de distorcer a verdade'
-Publicidade-
"Zelensky é responsável pela guerra", afirmou Lula em declaração a revista
"Zelensky é responsável pela guerra", afirmou Lula em declaração a revista | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Principal conselheiro do presidente da Ucrânia, Mykhailo Podolyak criticou nesta quinta-feira, 5, as declarações de Luiz Inácio Lula da Silva sobre a guerra contra a Rússia. Em entrevista à revista Time, publicada na quarta, o político brasileiro disse que o líder ucraniano Volodymyr Zelensky tem responsabilidade pelo conflito.

Podolyak usou sua conta no Twitter nesta quinta-feira para rebater as declarações de Lula, argumentando que o brasileiro reproduziu ‘tentativas russas de distorcer a verdade’.

“O ex-presidente Lula da Silva fala sobre a culpa da Ucrânia ou do Ocidente na guerra. Essas são tentativas russas de distorcer a verdade. É simples: a Rússia atacou traiçoeiramente a Ucrânia, a guerra está apenas no território da Ucrânia, a Rússia mata massivamente civis. Guerra clássica de destruição e ocupação”, comentou o conselheiro de Zelensky.

-Publicidade-

Lula, que em uma declaração pública anterior disse que resolveria a guerra ‘numa mesa de bar’, direcionou seus comentários na entrevista à Time ao papel do presidente Volodymyr Zelensky. Segundo o pré-candidato do PT para as eleições deste ano, o ucraniano é tão responsável pelo conflito quanto o líder russo Vladimir Putin.

“Eu vejo o presidente da Ucrânia falando na televisão, sendo aplaudido de pé por todos os parlamentares (europeus). Esse cara é tão responsável quanto (Vladimir) Putin pela guerra. Porque na guerra, não há apenas uma pessoa culpada.”

“Você está encorajando esse cara, e então ele pensa que é a cereja do seu bolo. Devíamos ter uma conversa séria. OK, você era um bom comediante. Mas não vamos fazer guerra para você aparecer na TV.”

Na entrevista à revista norte-americana, Lula ainda criticou a mediação do presidente dos EUA Joe Biden na guerra e disse que as Nações Unidas (ONU) “não representam mais nada”, também em menção à gestão diplomática do conflito entre russos e ucranianos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. Alguém informe ao ucraniano que esse sujeito é um bêbado contumaz (п’яний, bêbado em ucraniano). Mente até quando não está bêbado (ou seria Bêbedo?), aí está de ressaca. Então digam a este senhor que falar algo desse sujeito é totalmente inútil, contraproducente, é o mesmo que discutir com um bêbado mentiroso (брехуна, em ucraniano).

  2. Se a ONU não representa mais nada, então concorda que a declaração da entidade que declarou ter sido ele perseguido, e ser inocente, não passa de balela.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.