Coronavírus: países que distribuem ivermectina têm menos mortes e casos confirmados

Nações africanas que fazem uso do vermífugo estão com índices baixos de contaminação e óbitos por covid-19
-Publicidade-
Nações africanas que usam o remédio são menos afetadas pelo coronavírus
Nações africanas que usam o remédio são menos afetadas pelo coronavírus | Foto: Reprodução

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem um programa para distribuição de ivermectina focado no combate de verminoses. Seu nome é African Programme for Onchocerciasis Control (em tradução livre, Programa Africano de Controle da Oncocercose) e 19 países participam dele. O presidente Jair Bolsonaro fez uma postagem nesta terça-feira, 5, destacando que são baixos os índices de contaminação e óbitos em razão do novo coronavírus nessas nações. Um levantamento feito por Oeste indica que o chefe do Executivo brasileiro está certo.

Os dados da OMS — quando cruzados com a estimava populacional para esses países feita pela Organização das Nações Unidas — mostram que, até o momento, as mortes relacionadas com a pandemia nesse grupo estão na razão de 12 para cada milhão de habitantes e o número de casos confirmados na mesma proporção não chega a 700. Ao mesmo tempo, a Bélgica, país europeu que não distribui o remédio, já registrou, para cada milhão de pessoas, 1.706 mortos e 56 mil doentes relacionados com a covid-19.

Leia mais sobre o uso da ivermectina no combate à covid-19 em “O que Porto Feliz tem a ensinar ao Brasil?”, reportagem publicada na Edição 35 da Revista Oeste

-Publicidade-

O cenário mais animador aparece em Burundi: o país tem 11,8 milhões de habitantes e, por milhão, registrou 71 contaminações e 0,2 morte — em toda a população, esses números chegam a 842 e 2, respectivamente. A pior situação ficou para a Guiné Equatorial: a nação tem 1,4 milhão de residentes e, por milhão, foram 61 mortes e 3.763 contaminações — no total, 86 mortos em 5.279 casos confirmados.

Os participantes do programa são Angola, Burundi, Camarões, Chade, Congo, Etiópia, Gabão, Guiné Equatorial, Libéria, Malawi, Moçambique, Nigéria, Quênia, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, República Unida da Tanzânia, Ruanda, Sudão e Uganda.

Leia também: “Covid-19: o que fazer até a vacina chegar?”

Confira a lista com os dados de cada país

• Angola
População: 32.866.268
Casos confirmados: 17.684
Casos por milhão: 538
Mortes: 408
Mortes por milhão: 12

• Burundi
População: 11.890.781
Casos confirmados: 842
Casos por milhão: 71
Mortes: 2
Mortes por milhão: 0,2

• Camarões
População: 26.545.864
Casos confirmados: 26.848
Casos por milhão: 1.011
Mortes: 448
Mortes por milhão: 17

• Chade
População: 16.425.859
Casos confirmados: 2.229
Casos por milhão: 136
Mortes: 104
Mortes por milhão: 6

• Congo
População: 5.518.092
Casos confirmados: 6.200
Casos por milhão: 1.124
Mortes: 100
Mortes por milhão: 18

• Etiópia
População: 114.963.583
Casos confirmados: 125.919
Casos por milhão: 1.095
Mortes: 1.950
Mortes por milhão: 17

• Gabão
População: 2.225.728
Casos confirmados: 9.605
Casos por milhão: 4.315
Mortes: 66
Mortes por milhão: 30

• Guiné Equatorial
População: 1.402.985
Casos confirmados: 5.279
Casos por milhão: 3.763
Mortes: 86
Mortes por milhão: 61

• Libéria
População: 5.057.677
Casos confirmados: 1.800
Casos por milhão: 356
Mortes: 83
Mortes por milhão: 16

• Malawi
População: 19.129.955
Casos confirmados: 6.935
Casos por milhão: 363
Mortes: 196
Mortes por milhão: 10

• Moçambique
População: 31.255.435
Casos confirmados: 19.463
Casos por milhão: 623
Mortes: 171
Mortes por milhão: 5

• Nigéria
População: 206.139.587
Casos confirmados: 91.284
Casos por milhão: 443
Mortes: 1.318
Mortes por milhão: 6

• Quênia
População: 53.771.300
Casos confirmados: 96.908
Casos por milhão: 1.802
Mortes: 1.686
Mortes por milhão: 31

• República Centro-Africana
População: 4.829.764
Casos confirmados: 4.963
Casos por milhão: 1.028
Mortes: 63
Mortes por milhão: 13

• República Democrática do Congo

População: 89.561.404
Casos confirmados: 17.997
Casos por milhão: 201
Mortes: 596
Mortes por milhão: 7

• República Unida da Tanzânia
População: 59.734.213
Casos confirmados: 509
Casos por milhão: 9
Mortes: 21
Mortes por milhão: 0,4

• Ruanda
População: 12.952.209
Casos confirmados: 8.848
Casos por milhão: 683
Mortes: 105
Mortes por milhão: 8

• Sudão
População: 43.849.269
Casos confirmados: 23.316
Casos por milhão: 532
Mortes: 1.468
Mortes por milhão: 33

• Uganda
População: 45.741.000
Casos confirmados: 36.050
Casos por milhão: 788
Mortes: 274
Mortes por milhão: 6

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. Muitos médicos, governadores e prefeitos e falsos jornalistas no Brasil, sabem disso, só que não divulgam e nem querem que a população saiba. Desde a divulgação do kit covid-19 pelo Ministério da saúde, eu e minha família toma o invermectina + o zinco e graças a Deus nenhum foi contaminado. O grande exemplo está na África e a OMS vergonhosamente não noticia a população mundial, e se noticia, a grande imprensa comunista, não divulga.

  2. Logo que proibiram a venda da cloroquina, ivermectina e anita, estava na cara de qualquer pessoa de bom senso que esse pessoal não estava interessado em salvar vidas, era só cretinice e covardia.

  3. Os Prefeitos de pequenos municípios, ainda tem tempo para a distribuição massiva de ivermectina ou Annita, mais vitamina D, como prevenção do Coronavirus, sou Médico convicto de que este método funciona, como atestam as estatísticas dos Paises Africanos, que estão descritos neste artigo. Os Prefeitos demagogos que usam o slogan de que trabalham pela “CIENCIA” e “SALVAR VIDAS” deveriam ser responsabilizados pelos seus eleitores, nas próximas eleições. O tal de Mandetta, que montou um palanque político na TV com este Slogan e , deveria ser banido da política pela desastrosa condução do Min.Saúde . Suas erradas intervenções, como “só vá no Hospital se tiver falta de ar”, mataram milhares de pacientes que tiveram o azar de seguir estas orientações. E como “CIENTISTA” condenou o uso da Hidroxicloroquina cuja eficácia como tratamento precoce, salvou milhares de vidas. Hoje temos a Ivermectina e Annita, com melhores resultados, que deveriam ser usados massivamente pelos Prefeitos para SIM, salvar vidas. Infelizmente, temos um grande numero de Comentadores em grandes jornais, que tem a IRRESPONSABILIDADE de AFIRMAR que Hidroxicloroquina, Ivermectina e Annita não tem comprovação científica. Tenho VONTADE DE ESFREGAR NA CARA destes semeadores de FAKES, os milhares de Trabalhos Médicos, que mostram o sucesso destes medicamentos no tratamento precoce. A Estatística dos 19 Países Africanos: POPULAÇÃO TOTAL= 778.3861.438 Nº MORTES= 8.697 MEDIA DE MORTES POR MILHÃO= 90 Quem quiser conferir as informações estão neste artigo.

      1. O círculo mais profundo do inferno é guardado para os traidores.
        Stf e seus asceclas terão o devido castigo

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.