-Publicidade-

Anvisa diz que laboratório russo não enviou informações sobre Sputnik V

Agência informou, ainda, que não há pedido de uso emergencial para a vacina
Imunizante produzido na Rússia também deve ser utilizado no combate à covid-19
Imunizante produzido na Rússia também deve ser utilizado no combate à covid-19 | Foto: Adriana Toffetti/Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) esclareceu na sexta-feira 8 que o laboratório União Química ainda não enviou as informações solicitadas em relação à vacina Sputnik V, produzida pela Rússia. Segundo o órgão, o laboratório solicitou autorização para realização de pesquisa clínica de fase 3 no Brasil em 29 de dezembro, e a Anvisa iniciou a análise. No entanto, identificou a necessidade de informações complementares, que não foram enviadas pela União Química. A Anvisa disse, ainda, que não há pedido de uso emergencial ou de registro para a vacina Sputnik V.

O pedido se refere à realização de pesquisa clínica, que é a pesquisa com seres humanos. A autorização da Anvisa é obrigatória para pesquisas que tenham como foco o futuro registro de uma vacina ou medicamento. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) enviou na sexta-feira 8 o pedido de uso emergencial da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca à Anvisa. O órgão também confirmou o recebimento do pedido de uso emergencial do imunizante CoronaVac, desenvolvido pela empresa chinesa Sinovac e pelo Instituto Butantan, que apresentou eficácia de 78% nos estudos clínicos realizados no Brasil.

Leia também: “Os dilemas da vacina”

Com informações da Jovem Pan

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês